Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trapezista atravessa Grande Canyon num cabo de aço a 450 metros de altura

Sociedade

  • 333

Daredevil Nik Wallenda, trapezista americano, levou cerca de 22 minutos a atravessar o Grande Canyon num cabo de aço de aproximadamente 5 centímetros de espessura. Caminhou sem equipamento de segurança

Wallenda realizou a acrobacia num cabo de aço que ficava a cerca de 450 metros acima do rio 'Navajo Nation', próximo ao Grande Canyon, montanhas e vales do Arizona, nos Estados Unidos da América.

O trapezista parou e agachou-se duas vezes durante a travessia devido ao vento que se sentia em torno dele.

"Obrigado senhor. Obrigado por teres acalmado o vento, deus", afirmou 13 minutos depois de ter iniciado o percurso no cabo.

Wallenda não quis utilizar um arnês (equipamento de segurança) e iniciou a acrobacia vagarosamente e de forma estável até que a mesma terminasse.

Em declarações ao Discovery Channel, que acompanhou em direto o evento, Wallenda explicou que por vezes os ventos que sopravam pelo desfiladeiro eram imprevisíveis e que a poeira se acumulou em torno das lentes de contacto que usava.

"Foi o caminho mais ventoso e foi necessário cada pedaço de mim para manter o foco durante todo o percurso", frisa.

Wallenda tem 34 anos e é um dos artistas que fazem parte do 'Flying Wallendas', uma família circense que geralmente desafia a morte.

Realizou esta travessia em cerca de 22 minutos.