Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Terceiro dia de Rock in Rio Lisboa 2012

Sociedade

  • 333

A repórter da VISÃO descreve, na primeira pessoa, como viveu o terceiro dia de festival. Expensive Soul, Ivete Sangalo, Maroon 5, Lenny Kravitz foram os mais aplaudidos pelas 60 mil pessoas presentes no recinto  

Ontem, 1 de junho, o samba juntou-se ao pop e ao rock no Parque da Bela Vista, no dia mais "teen" do festival Rock In Rio Lisboa 2012. Os primeiros a ocuparem o Palco Mundo, no segundo fim-de-semana do RIR, foram os portugueses Expensive Soul, que contaram com uma participação muito especial: alguns atletas olímpicos subiram ao palco para surpresa dos muitos fãs. Uma "parceria" bastante aplaudida, segundo me contaram mais tarde... Afinal devia ter ido mais cedo.

Mas foi a atuação da "eletrizante" brasileira Ivete Sangalo que fez levantar "poeira" e os "pés do chão" da maioria dos 74 mil visitantes desta noite. As muitas bandeiras, com as cores verde e amarelo, erguidas ao longo do recinto deixavam denunciar a nacionalidade da artista e claro, dos espetadores mais entusiastas. E não restavam dúvidas, eles FORAM para a ver... cantar, dançar e pular. Mas não a deixaram sozinha nesta tarefa, porque lhe devolveram os cânticos com as respetivas coreografias. 

Após recuperar o fôlego desta atuação (é incrível a sua energia em palco), olho em redor e apercebemo-me que estou rodeada por uma plateia composta por muitos adolescentes que se abraçam, tiram fotografias em grupo e com poses animadas, sempre com os seus "companheiros" inseparáveis na mão: os telemóveis. E se levei algum tempo a tentar perceber porque estavam ali reunidos tantos jovens, as dúvidas desapareceram no momento em que a histeria e a alegria se apoderaram deles no momento em que o grupo Maroon 5, se apresentou no palco principal. Ah, os Maroon 5 são os seus "ídolos". Mais uma vez este grande palco ao ar livre transformou-se numa enorme pista de dança.

Para carregar as baterias - falo de mim, não os meus "parceiros" de concerto - constato outra realidade, preciso de recuperar a audição (tal não foram os gritos e assobios de satisfação) para desfrutar da última atuação da noite. Lenny Kravitz, apareceu perante o público por volta das 24 horas, e durante uma hora e meia, brindou os seus espetadores com alguns dos seus maiores êxitos: Fly Away, Are you Gonna My Way e American Woman, foram algumas das canções que o artista norte-americano incluiu no seu repertório. Um concerto que me deixou com um sorriso nos lábios até ao regresso a casa. Mas seria no mínimo injusto não mencionar os artistas que passaram nesta mesma noite pelo Palco Sunset: Black Mamba & Tiago Bettencourt, Orelha Negra + Hyldon + Kassin e Boss Ac & Zé Ricardo + Paula Lima + Shout . É caso para dizer é sexta-feira, yeah!

Hoje a festa continua no Parque da Bela Vista para penúltimo dia do RIR: The Gift, Joss Stone, Bryan Adams e Stevie Wonder, no Palco Mundo e Los Pericos, Ana Free+The Monomes, Amor Electro &Moska, Luís Represas & João Gil & Jorge Palma, no Palco Sunset.