Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tempo quente deverá manter-se pelo menos até segunda-feira

Sociedade

  • 333

O tempo quente, com temperaturas acima dos 40 graus, provocado por um anticiclone sobre as ilhas britânicas, deverá manter-se pelo menos até segunda-feira

"Para os próximos dias, a situação de tempo quente vai manter-se com céu pouco nublado ou limpo (...). As temperaturas vão manter-se altas acima dos 35 graus Celsius na generalidade do território e mesmo acima dos 40 graus nas regiões do interior centro e sul e até nalgumas regiões do litoral como Lisboa", diantou hoje à agência Lusa o meteorologista Ricardo Tavares.

O meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) explicou que as altas temperaturas que estão a afetar o país estão a ser provocadas por uma massa de ar quente transportada de leste na circulação de um anticiclone que afetará o Atlântico Norte desde a região oeste dos Açores até às ilhas britânicas.

Ricardo Tavares adiantou que o tempo quente deverá manter-se pelo menos até segunda-feira, dia em que se prevê uma ligeira descida da temperatura.

"As temperaturas mínimas vão manter-se acima dos 20 graus. No início da próxima semana vai verificar-se uma pequena descida da temperatura, mas ainda serão altas até meio da semana", disse.

O meteorologista sublinhou que, por causa do calor, o IPMA colocou a partir de hoje e até ao final do dia de domingo onze distritos sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de cinco.

Os distritos de Braga, Bragança, Leiria, Castelo Branco, Lisboa, Setúbal, Évora e Beja vão estar sob aviso laranja até ao final do dia de domingo.

A partir das 09:00 de sábado, aos oito distritos juntam-se mais três: Vila Real, Guarda e Coimbra.

Ricardo Tavares lembrou que os distritos de Viana do Castelo, Porto, Aveiro, Viseu, Santarém e Portalegre vão estar sob aviso amarelo devido ao calor.

"O distrito de Faro também está sob aviso amarelo, mas por causa da agitação marítima com ondas de sueste que podem atingir os 2,5 metros", disse.

O IPMA prevê para hoje a continuação de tempo quente com céu pouco nublado ou limpo, aumentando temporariamente de nebulosidade nas regiões do interior durante a tarde, vento em geral fraco sendo moderado no Algarve e nas terras altas das regiões Norte e Centro e soprando temporariamente de noroeste no litoral oeste durante a tarde e subida da temperatura mínima nas regiões do litoral oeste.

Quanto às temperaturas, em Lisboa prevê-se uma máxima de 38 graus Celsius, no Porto 37, em Faro 30, em Castelo Branco 40, em Évora e Beja 41, no Funchal, Ponta Delgada, Santa Cruz das Flores e Angra do Heroísmo 23.

Por causa do calor, a Direção-Geral da Saúde (DGS) colocou, para hoje, 15 distritos de Portugal continental em alerta amarelo, o segundo mais grave numa escala de três, devido à previsão de altas temperaturas, com possíveis efeitos na saúde.

A DGS vai fazer hoje uma conferência de imprensa para apresentar medidas de proteção em relação aos efeitos em saúde pública decorrentes de altas temperaturas ambientais.