Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sobrevivente de gripe aviária H7N9 dá à luz bebé "milagre"

Sociedade

  • 333

Reuters

Depois de ter contraído gripe aviária H7N9 e de ter passado cinco semanas nos cuidados intensivos, na primavera, uma mulher chinesa deu à luz uma bebé, no que o seu médico descreveu como um "milagre"

Qiu Yan, de 25 anos, estava grávida de cinco meses quando lhe foi diagnosticado o vírus H7N9.

Segundo o jornal Global Times, Qiu - natural da província de Jiangsu, no leste da China, - será a primeira sobrevivente do vírus H7N9 a dar à luz um bebé.

"Os seus pulmões estavam gravemente infetados e ela precisou de ter a ajuda de um respirador", disse ao jornal o médico Sun Lizhou.

Qiu Yan permaneceu internada no hospital, onde foi mãe de uma menina com o peso de 3,3 quilogramas.

O estado de Qiu e da bebé foram declarados estáveis pelo médico, que salientou, no entanto, que a saúde da criança deve ser avaliada regularmente para garantir que não sofre os efeitos da nova estirpe da gripe aviária H7N9.

Desde a identificação do vírus no inverno passado, 132 casos confirmados de infeção pelo H7N9 foram registados no interior da China, e 43 pessoas morreram, segundo o balanço atualizado no final de junho pelas autoridades de saúde chinesas.