Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rato clonado a partir de uma única gota de sangue

Sociedade

  • 333

Cientistas japoneses conseguiram clonar um rato usando, pela primeira vez as células do sangue periférico de uma gota recolhida da cauda do roedor dador

Já se clonaram ratos a partir de diferentes fontes, inluindo glóbulos brancos encontrados em nódulos linfáticos, medula óssea e fígado. Mas esta é a primeira vez que os cientistas provam ser possível a clonagem de ratos a partir do sangue periférico, um importante avanço para a ciência, já que representa uma fonte muito mais acessível de células dos dadores (basta recolher sangue).

Neste caso, os investigadores do  Riken BioResource Center, no Japão, extraíram sangue da cauda de um rato, isolaram os glóbulos brancos e usaram o núcleo para a clonagem.

O animal clonado teve uma média de vida normal.

No relatório, publicado na revista norte-americana  Biology of Reproduction, os cientistas consideram ter "demonstrado, pela primeira vez, que os ratos podem ser clonados usando o núcleo das células do sangue periférico". "Estas células podem ser usadas para clonagem imediatamente depois de recolhidas e nenhum animal dador precisa de ser submetido a eutanásia".

Recentemente, outra equipa de investigadores de um instituto ligado ao Riken BioResource Center, anunciou ter clonado quase 600 ratos a partir de um dador.