Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Psicólogos afirmam-se

Sociedade

  • 333

Telmo Mourinho Baptista

VISÃO

Alargar o acesso aos cuidados dos 'psis' é uma das metas do bastonário reeleito

Telmo Mourinho Baptista foi o vencedor das primeiras eleições para os órgãos sociais da Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP), com mais 46 votos do que a lista concorrente, liderada por Rui Abrunhosa Gonçalves. Os resultados provisórios da votação, publicados no site da OPP, foram contestados pelo projecto perdedor. Em causa, 1153 eleitores cujos boletins de voto por correspondência foram devolvidos "por morada incorrecta ou insuficiente", o que Rui Abrunhosa lamenta: "Pela primeira vez, os boletins foram enviados para o endereço profissional, que não é necessariamente o que consta na área pessoal (residência fiscal), mas mesmo entre aqueles que tinham a mesma morada houve quem não chegou a receber o boletim devido a erros administrativos."

O actual bastonário considera, porém, que as reivindicações não são legítimas e argumenta: "Estão a ser lançadas suspeitas alegando erros processuais, para ganharem na secretaria o que não conseguiram nas urnas." Lembrando ainda que todos os eleitores foram atempadamente informados do regulamento e que ninguém foi impedido de votar nos locais indicados para o efeito, Telmo Baptista mostra-se mais interessado agora nas metas do novo mandato. A Direção Nacional, comandada pela Lista A "Afirmar os Psicólogos", pretende continuar a produzir e divulgar estudos que "provam que a intervenção psicológica traz benefícios de bem-estar, pagando-se a si própria, além de poupar dinheiro ao Estado e à sociedade".

Rui Abrunhosa Gonçalves

Rui Abrunhosa Gonçalves

VISÃO

As campanhas dirigidas ao público e o cheque-psicólogo, à semelhança dos que foram protocolados com os dentistas, são outros projectos que estão em cima da mesa, com um alcance dois-em-um: alargar o acesso dos cuidados de psicologia a grupos alvo mais necessitados da população, ainda a definir, e dar trabalho aos profissionais inscritos, que são perto de 20 mil.

O número de desempregados na profissão é elevado (mais de quatro mil) e também aqui, reconhece o bastonário, há muito por fazer nos próximos três anos. Unir a classe - já que a vitória foi obtida por uma escassa margem - e exercer pressão junto do Serviço Nacional de Saúde e de outros ministérios (educação e segurança social) são outros pontos da agenda, a par da internacionalização, uma das bandeiras da campanha eleitoral.

Enquanto se aguarda a publicação dos resultados definitivos, a Lista B "Psicologia Plural", que conquistou mais votos no Norte do País e obteve a maioria no Conselho Fiscal e na Assembleia de Representantes, promete continuar a "fazer valer os interesses dos que se manifestaram descontentes", particularmente no que respeita à redução do valor das quotas e da formação dos estagiários e à maior autonomia das delegações regionais.

O número

46

Os votos que deram a vitória "apertada" à lista A "Afirmar os Psicólogos" (resultados provisórios)

Lista A - 1939

Lista B - 1893