Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal entre os destinos de carne holandesa que pode conter cavalo

Sociedade

  • 333

Cerca de 50 mil toneladas de carne bovina produzidas no país, vendidas em toda a Europa e de cuja lista Portugal faz parte, "podem ter sido misturadas com carne de cavalo", alertam as autoridades de saúde holandesas

De acordo com autoridade de saúde holandesa (NVWA), a carne foi vendida entre 01 de janeiro 2011 e 15 de janeiro de 2013 e cerca de 370 compradores em toda a Europa foram advertidos, através dos seus governos, pelo "sistema de alerta rápido para a alimentação".

Contactada pela agência Lusa, fonte da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) confirmou a receção do alerta rápido do sistema europeu de segurança alimentar deste caso, explicando que empresas portuguesas constam da lista de "contactos comerciais" mantidos desde 2011 com a holandesa Selten.

A ASAE já está "no terreno e na fase da recolha de informação e de investigação"  para apurar junto das empresas se o contacto comercial se materializou em  negócio ou não. 

A ASAE iniciou "imediatamente as 'démarches' necessárias para averiguar  a situação", explicando que, caso "tenha havido negócio", irá apurar os  lotes em questão para fazer a "recolha das respetivas amostras" com vista  ao despiste deste alerta. 

"A NVWA confia na responsabilidade dos compradores (clientes do grossista)  para que retirem do mercado, como medida de precaução, os produtos produzidos  a partir de carne da Selten", acrescentou a comunicado. 

De acordo com as estimativas da autoridade holandesa, podem estar em  causa 50 mil toneladas de carne, não havendo, no entanto, sinais que indiquem  "perigo para a saúde pública". 

A investigação, que começou após o escândalo europeu da carne de cavalo,  mostrou que a origem da carne vendida pela empresa é "pouco claro ou desconhecido".

No site, a Selten apresenta-se como uma "empresa que opera internacionalmente,  especializada em corte e desosso de carne bovina", que empregava cerca de  cem pessoas e entrou com pedido de falência.