Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Polícia Judiciária deteve um homem suspeito de ter ateado incêndio na serra do Caramulo

Sociedade

  • 333

O incêndio que desde quarta-feira consumiu mato na serra do Caramulo, em Tondela, foi dominado e encontra-se em fase de rescaldo

O incêndio que desde quarta-feira estava consumir mato na serra do Caramulo, em Tondela, envolvendo largas centenas de operacionais no seu combate, foi dominado às 19:09 desta sexta-feira. 

A Polícia Judiciária deteve um homem de 20 anos "fortemente suspeito" de ter ateado um incêndio florestal "de grandes dimensões" na serra do Caramulo, distrito de Viseu, e no qual "morreram dois bombeiros". 

Fonte oficial da Polícia Judiciária (PJ) disse à agência Lusa que o "suspeito, agindo em colaboração com um outro indivíduo, este emigrante e atualmente no estrangeiro, ateou vários focos de incêndio na Serra do Caramulo, nos concelhos de Vouzela e Tondela, no dia 20 de agosto, que se transformaram num fogo de grandes dimensões e em cujo combate perderam a vida dois bombeiros". 

A mesma fonte disse que o suspeito, de 20 anos e desempregado, terá agido por vingança, depois de lhe ter sido aplicada uma multa pela GNR.

Às 19:30 desta sexta-feira, no local estavam 837 operacionais, entre os quais 630 bombeiros, apoiados por seis aviões bombardeiros.