Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pipocas podem ser uma boa fonte de antioxidantes

Sociedade

  • 333

Um estudo levado a cabo por um investigador norte-americano sugere que uma dose de pipocas tem mais antioxidantes do que a fruta e os vegetais que os americanos comem num dia inteiro

Um estudo feito por Joe Winson, investigador da Sociedade Americana de Química, conclui que as pipocas têm benefícios "escondidos". O investigador afirma mesmo que uma dose de pipocas simples, com cerca de 33 gramas, contém aproximadamente 500 miligramas de polifenóis, que são antioxidantes naturais com propriedades terapêuticas, presentes na fruta, legumes, frutos secos e plantas medicinais.

A investigação indica que o nível de polifenóis presente nas pipocas é idêntico ao existente nas nozes e superior ao da fruta, uma vez que nos frutos, os antioxidantes encontram-se diluídos em água.

 "São o único snack que é 100% integral", elogia o investigador que lembra, no entanto, que para as pipocas serem um alimento saudável devem ser feitas com doses muito reduzidas de gordura e sem sal ou açúcar.

Perante este estudo, o nutricionista e professor do Albert Einstein College of Medicine Keith Ayoob alerta que não se deve substituir a fruta e os vegetais por pipocas, mas que estas devem ser consumidas em vez, por exemplo, batatas fritas, quando apetece uma refeição ligeira.