Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pílula do dia seguinte perde eficácia em mulheres com excesso de peso

Sociedade

  • 333

Um estudo europeu concluiu que a chamada contraceção de emergência pode não funcionar em mulheres que pesem mais de 80 quilos

Depois de analisarem mais de 1600 mulheres, os investigadores britânicos e franceses perceberam que aquelas que tinham um índice de massa corporal (IMC) superior a 30 corriam um risco três vezes maior de ficar grávidas, mesmo tendo tomado a "pílula do dia seguinte", do que as mulheres com peso considerado normal. As que tinham um ICM superior a 25 (já considerado excesso de peso), tinham um risco 1,5 vezes superior.

Face a estas conclusões, corroboradas por outros estudos anteriores, a Agência Europeia do Medicamento pede agora aos laboratórios que incluam este alerta no folheto informativo do produto. Em França, o laboratório HRA Pharma, que comercializa a pílula Norlevo em vários países da União Europeia, incluindo Portugal, já inclui a advertência, desde esta semana, que o medicamento é menos eficaz em mulheres com mais de 75 quilos e que pode ser completamente ineficaz em mulheres com mais de 80.