Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ondas gigantes requerem reforço de medidas de segurança, alertam nadadores salvadores

Sociedade

  • 333

Com o exemplo da onda que quase matou a brasileira Maya Gabeira, na Nazaré, bem presente na memória de todos, a Federação Portuguesa de Nadadores Salvadores adverte que a prática de surf em ondas gigantes obriga ao reforço de medidas de segurança

VEJA TAMBÉM:

A FPNS refere-se "a todas as atividades aventura que envolvam água", mas destaca as ondas da Praia do Norte, na Nazaré, considerando que o acidente ocorrido com a brasileira Maya Gabeira, na segunda-feira, "deve servir de exemplo" para "a necessidade de ter equipas de salvamento aquático, com material específico em terra e na água para uma pronta resposta".

No mesmo comunicado, a FPNS elogiou o esforço da equipa que socorreu a brasileira, "em especial o corajoso desempenho" do nadador salvador nazareno, que participou nas manobras de suporte básico de vida, sem qualquer material apropriado no local, realizando de imediato ventilações.

A brasileira fraturou o perónio direito na segunda-feira, ao cair após surfar uma onda gigante na Praia do Norte, tendo ficado inanimada e sido depois socorrida, incluindo pelo compatriota Carlos Burle, que a tinha puxado para a onda em mota de água.

A FPNS também elogia a postura do havaiano Garrett McNamara, por sempre que surfa na Praia do Norte reforça a sua equipa de segurança com a associação local de nadadores salvadores.