Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Morreu o fiscalista Saldanha Sanches

Sociedade

Gonçalo Rosa da Silva

José Luís Saldanha Sanches, fiscalista, morreu dia 14 de Maio vítima de cancro, no Hospital Santa Maria em Lisboa onde se encontrava internado há vários dias. Tinha 66 anos

Saldanha Sanches nasceu a 11 de Março de 1944. Na década de 70, enquanto militante do PCTP/MRPP chegou a estar preso enquanto lutava pelos ideais de liberdade e democracia.

Além de fiscalista e comentador da SIC Noticias, Saldanha Santos foi docente Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e professor na Universidade Católica. Era um homem forte e determinado que se exprimia sem medos. Fica para sempre ligado aos assuntos fiscais.

Assinava ainda, regularmente, colunas de opinião no semanário Expresso. Apesar de estar afastado da vida pública, há vários meses, em meados de Abril, reflectiu sobre o PEC e recordou,em crónica para o Expresso, a responsabilidade do actual Governo e do PS no agravamento da situação económica do país. Já hospitalizado escreveu uma última crónica no que será ainda publicado no jornal Expresso.

Foi mandatário da campanha de António Costa na corrida à câmara municipal de Lisboa em 2007.

Durante a sua vida foi sempre um homem atento ao país e ao mundo, chagando mesmo a trabalhar, em 1996, na harmonização fiscal da Europa.

Do seu casamento com a magistrada Maria José Morgado deixa uma filha.