Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mike Tyson admite que usou drogas nos combates e pénis falso para passar nos testes

Sociedade

  • 333

Reuters

Na sua autobiografia, publicada terça-feira, a lenda do boxe admite que estava 'pedrado' nos principais combates e que usava um pénis falso, com urina de outra pessoa, para passar nos testes de controlo  

No livro 'Undisputed Truth' (verdade incontestável, em português), que chegou terça-feira às prateleiras dos EUA, Mike Tyson faz várias revelações, confessando o vício na cocaína e marijuana em grande parte da sua carreira.

O antigo campeão do mundo, agora com 47 anos, admite mesmo que lutou sob o efeito de drogas nos principais combates, como o 2004 contra Danny Williams ou o de 2000 frente a Lou Savarese. Neste último ano, recorda, usou o seu "pénis falso, no qual se põe a urina de outra pessoa para passar no teste de deteção de drogas".

Tyson descreve como "insaciável" o seu apetite por álcool e drogas, recordando que tinha 11 anos quando experimentou cocaína pela primeira vez.