Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Liceu Camões organiza festa para angariar fundos

Sociedade

  • 333

É já esta terça-feira, que um grupo de mais de 30 artistas, intelectuais e políticos sobe ao palco do Coliseu, em Lisboa, para angariar dinheiro para obras no liceu da capital. Foi também criado um número de telefone de valor acrescentado para quem quiser contribuir

Jorge Palma, Zé Pedro (dos Xutos e Pontapés), Lúcia Moniz e o pianista Adriano Jordão são alguns dos músicos que amanhã, terça-feira, 12, sobem ao palco do Coliseu dos Recreios, em Lisboa, em solidariedade com o histórico liceu de Lisboa, que precisa com urgência de obras de recuperação. O espectáculo reúne antigos e atuais alunos da escola, que, de uma forma positiva, querem retribuir o muito que aprenderam naquele estabelecimento de ensino. Júlio Isidro, Henrique Garcia, Nicolau Breyner, Rui Mendes, Vera Mantero, Vitorino e Filipa Pais são alguns dos outros nomes do cartaz. A partir das 6 da tarde, haverá animação no exterior do Coliseu e na Rua das Portas de Santo Antão, garantida por alunos do Liceu Camões e vários outros artistas. A gala tem início marcado para as 21h30.

Durante a gala, dois dos mais míticos professores daquele estabelecimento de ensino, os escritores Mário Dionísio e Vergílio Ferreira, serão homenageados: o encenador Jorge Silva Melo prestará tributo a Mário Dionísio, enquanto o autor de "A Manhã Submersa" será recordado por Rui Mendes.  

Para quem não puder estar presente e quiser mesmo assim ajudar o Liceu, foi criada uma linha de valor acrescentado. Por cada telefonema para o número 760 200 760, a escola recolherá 50 cêntimos. 

Inaugurado há 104 anos, o edifício do Liceu Camões é um projecto do arquitecto Ventura Terra e um dos mais bonitos liceus da capital, dividido em dois pátios, com varandas em ferro. Tem ainda um enorme ginásio e dois edifícios contíguos, onde funcionam as aulas de Química e de Física. Ventura Terra foi distinguido com o Prémio Valmor. No âmbito do programa Parque Escolar, estavam previstas obras de requalificação do edifício, que, por causa dos cortes orçamentais, foram canceladas. No entanto, o Liceu onde estudaram figuras tão importantes da nossa história recente como Álvaro Cunhal, Durão Barroso ou António Lobo Antunes precisa urgentemente de obras - foi por isso que professores, pais e alunos decidiram organizar esta Gala de Solidariedade.