Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Judeu numa caixa" causa indignação na Alemanha

Sociedade

  • 333

Associated Press

Da exposição "Toda a Verdade", no Museu Judaico de Berlim, faz parte um homem ou mulher judeus, dentro de uma caixa de vidro, a responder às perguntas dos visitantes, durante duas horas. A ideia é dar aos alemães maior consciência da realidade judaica, mas está longe de ser consensual

Inspirada nas muitas questões deixadas pelos visitantes do museu, desde 2001, a iniciativa pretende pôr o público em contacto com a cultura judaica. As questões abordadas pelo judeu dentro da caixa de vidro vão desde os esterotipos mais comuns a temas politicamente incorretos, até à forma como alguém se pode converter.

Junto à caixa, em jeito de legenda, a pergunta: "Ainda há judeus na Alemanha?"

As reações à exposição, aberta desde o início do mês, que inclui outra instalações menos polémicas, têm sido variadas, mas a irritação predomina nos testemunhos recolhidos pela Associated Press. Stephan Kramer, uma figura destacada da comunidade judaica em Berlim, lança, irónico: "Porque não lhe dão uma banana e um copo de água, ligam o aquecimento e fazem o judeu sentir-se realmente confortável na sua caixa de vidro?"

"Degradante" é outro termo usado para descrever a exposição. Eran Levy, um israelita que vive na capital alemã há vários anos, diz-se horrorizado com a ideia de apresentar um judeu como peça de museu: "É uma coisa horrível de se fazer, completamente degradante."