Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

José Luís Peixoto relata na VISÃO assalto e agressão em Bissau

Sociedade

  • 333

O escritor conta, na sua crónica habitual na VISÃO, o episódio violento de que foi alvo, esta semana, durante a sua visita à Guiné-Bissau

"Quando acalmou, a noite era opaca. Poucas luzes, exceto os relâmpagos, a afastarem-se, a desenharem altas copas de árvores de encontro ao horizonte. Tranquilo, talvez a sorrir, eu regressava cheio de imagens. Então, numa rua de terra, senti agarrarem-me na mão e levarem-me o telemóvel. Corri alguns passos atrás desse vulto, mas vieram mais por trás. Agarrei a carteira e puxaram-me de todos os lados. Um deles deu-me um murro no nariz e na boca para me fazer largá-la. Não conseguiu. Eram uns cinco ou seis e desapareceram na escuridão.

Quando cheguei à luz, tinha a camisola e as mãos cheias de sangue. A ferida no nariz não doía muito, estava meio dormente, só começou a doer mais tarde. Está a doer agora. Sei bem que os finais costumam encerrar uma conclusão mas, neste momento, não sei o que pensar. Só sei que foi assim que aconteceu."

  • LEIA O ARTIGO COMPLETO NA VISÃO DESTA SEMANA, JÁ NAS BANCAS

DISPONÍVEL TAMBÉM: