Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Historiadora diz ter a prova de que Jesus Cristo era casado

Sociedade

  • 333

Karen L. King mostra a sua decoberta

AP

A conceituada historiadora norte-americana, Karen L. King, da Universidade de Harvard, mostra um papiro do século IV em que se fala da "esposa" de Jesus Cristo

A historiadora norte-americana Karen L. King anunciou ter descoberto a primeira "prova" de que Jesus Cristo era casado. Esta especialista em história do cristianismo da Universidade de Harvard exibe um pequeno papiro, escrito em língua copta, do século IV, no qual surge a seguinte frase: "E Jesus disse-lhes. Minha esposa..."

 

 

A alegada descoberta de Karen L. King será apresentada esta quarta-feira, em Roma, durante Congresso Internacional de Estudos Coptas. O copta é uma língua que floresceu por volta do século III no Egito Antigo, um estágio final da língua egípcia clássica e que ainda atualmente é a língua litúrgica das igrejas Ortodoxa Copta e Católica Copta.

O papiro em causa é muito pequeno, tem oito linhas escritas em letra mínima, que só conseguem ler-se recorrendo a lupa. Nele, surge ainda, alegadamente, uma frase atribuída a Jesus, segundo quem "ela será capaz de ser minha discípula".

A descoberta reabre a discussão sobre um suposto casamento de Jesus, e também se Maria Madalena seria a sua esposa. Outra discussão antiga é se um dos discípulos era mulher. Essa discussão data do início do cristianismo e permanece relevante hoje, quando o papel da mulher na religião e os limites dos casamento continuam em discussão.

A discussão é particularmente preocupante para a Igreja Católica, que proibe o sacerdócio a mulheres e proibe o casamento dos padres, num modelo baseado na vida de Jesus.

Karen L. King, autora de diversos livros sobre os Evangelhos e a primeira mulher a ocupar o mais prestigiado cargo da escola de Teologia de Harvard,mostrou o papiro a jornalistas do "New York Times", do "Boston Glone" e da "Harvard Magazine".