Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Guarda vai vender "ar puro" em frascos de vidro

Sociedade

Frascos com ar daquele que muitos consideram ser o mais puro do país passam a partir de hoje a ser um produto gourmet de exportação, numa iniciativa original do Teatro Municipal da Guarda (TMG) e da empresa municipal Culturguarda

Américo Rodrigues, diretor artístico do TMG, explica que o ar da cidade mais alta do país será vendido durante a quadra natalícia em frascos de vidro e disponibilizado ao público em doses individuais com o custo de cinco euros a unidade.

O "ar puro da Guarda" torna-se assim num "objeto artístico" que apresenta a aragem como "marca e imagem da cidade", explicou o responsável pela iniciativa, salientando que o produto será exclusivo para exportação e que inclui ainda "aroma de queijo da Serra da Estrela, essência da morcela e fragância de giesta".

Esta promoção destina-se aos emigrantes portugueses oriundos da cidade, que poderão abrir os frascos "quando sentirem um forte apelo das raízes ou saudade". Também pode ser "utilizado livremente", sempre que o comprador "estiver em contacto com focos de poluição e se sentir deprimido ou com saudades da Guarda".

Na altura em que o comprador abrir o frasco, este deve "inalar profundamente até sentir os pulmões vibrarem de emoção".

Confrontado com o facto de o seu produto ser uma burla ou brincadeira, Américo Rodrigues defende que o frasco pode ser utilizado nesta quadra natalícia como "prenda peculiar".

"No fundo, é um objecto de marketing, a partir de uma ideia muito simples: a Guarda tem o melhor ar de Portugal", explicou, sublinhando que esta estratégia visa "promover a Guarda como cidade da saúde" mas também "do ponto de vista artístico".

Os frascos, que serão vendidos no café concerto do TMG, estão preenchidos com ar que "pertence à colheita de 2011", recolhido nos principais locais da cidades como a Sé Catedral, da coroa da estátua do rei D. Sancho I e na Torre de Menagem (o ponto mais alto da cidade, 1.056 metros de altitude).

"Está cientificamente provado que o ar da cidade mais alta de Portugal é de elevada pureza e tem propriedades consideradas altamente benéficas para a saúde", salienta Américo Rodrigues, recordando que já teve um sanatório para tratamento de doenças do foro respiratório.

O "ar puro da Guarda" é lançado numa edição exclusiva e limitada a 200 frascos, incluindo ainda um galardão onde se pode ler "Best Air In The World".