Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Google reserva 5,25 milhões de euros para o combate à pedofilia

Sociedade

  • 333

No ano de 2011, o número de imagens suspeitas indexadas pelo motor de pesquisa foi de 17,3 milhões, ou seja, quatro vezes mais que no ano de 2007.

A Google anunciou este sábado que pretende erradicar as imagens online de abuso infantil que indexa, visto o número ter vindo a aumentar de ano para ano.

Jacquelline Fuller, diretora do Google Giving, frisa: "por trás dessas imagens existem crianças reais que são vítimas sexuais e que sofrem pela distribuição desse conteúdo".

Deste modo, aproximadamente 3,75 milhões de euros serão destinados aos grupos: National Center for Missing and Exploited Children e Internet Watch Foundation, assim como a outras organizações nos Estados Unidos da América, no Canadá, na Austrália e na América Latina. O restante (1,5 milhões de euros) está reservado para a Child Protection Technology Fund, fundo criado com o objetivo de financiar o desenvolvimento de ferramentas tecnológicas que auxiliem o combate à pornografia infantil.

"Isso vai permitir que companhias, entidades e a Justiça colaborem de forma mais efetiva na detecção e remoção dessas imagens, além da identificação dos criminosos", conclui Jacquelline Fuller.