Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Facebook já permite vídeos de decapitações (mas não de seios)

Sociedade

  • 333

A rede social levantou a interdição à publicação de vídeos com cenas de decapitação, com a justificação de que os utilizadores devem ser livres para ver e condenar aquelas imagens  

A proibição de vídeos que mostrassem pessoas a serem decapitadas foi imposta em maio, na sequência de várias queixas. Agora, o Facebook volta a permitir estas imagens, mas com a ressalva que não sejam publicadas como se de algo positivo se tratasse.

Segundo as novas regras, no entanto, imagens que "glorifiquem a violência", assim como de mulheres "com o peito completamente descoberto", continuarão a ser banidas.

O facto de o Facebook admitir como utilizador qualquer pessoa com mais de 13 anos tem levado psicólogos a defenderem que a visualização de vídeos com este género de violência pode ter consequências a longo prazo.