Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Eusébio está melhor e pode ter alta na segunda-feira

Sociedade

  • 333

O antigo futebolista português realizou hoje mais exames de diagnóstico e o seu estado de saúde está a melhorar, devendo ter alta na segunda ou na terça-feira

O antigo futebolista português Eusébio realizou hoje mais exames de diagnóstico e o seu estado de saúde está a melhorar, disse à agência Lusa o porta-voz do hospital Josef Strus, em Poznan.

"O Eusébio está melhor do que há algumas horas. Ele está bem, durante a manhã esteve muito bem, mas com o passar do tempo ficou um pouco cansado, pediu para descansar, dormiu e agora está melhor. Há pouco tempo fez alguns exames e todos tiveram bons resultados", explicou Stanislau Rusek.

O porta-voz da unidade hospitalar polaca admitiu ainda que o embaixador da seleção portuguesa permaneça internado "até amanhã [segunda-feira] ou até terça-feira, para depois regressar ao seu país, Portugal".

Esta manhã, o médico da seleção portuguesa de futebol, avançara que Eusébio teria alta na segunda-feira e que só não teve hoje porque terá de reptir os exames.

"Neste momento, o Eusébio está bem, está estável, esteve a rir e a falar connosco. Está em condições de ter alta amanhã [segunda-feira] e só não tem alta hoje porque há-que repetir os exames que fez hoje e que vieram normais, quer os exames de sangue, quer os exames de imagem estão normais, e é só por precaução que o Eusébio vai ficar mais um dia, repetir os exames e se estiver bem terá alta amanhã", explicou Henrique Jones.

O clínico visitou Eusébio na companhia do vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) Humberto Coelho, que adiantou aos jornalistas que o antigo futebolista já queria abandonar a unidade hospitalar de Poznan.

"Eu acho que as informações são animadoras, o Eusébio está quase normal. Penso que o seu internamento não vai afetar a nossa seleção. Ele está bem, já queria sair, mas os médicos, daqui e o nosso, é que vão decidir. Acho que devemos tranquilizar as pessoas, porque o Eusébio está bem e permanece aqui apenas por uma questão de precaução", afirmou o dirigente.