Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estudo põe em causa utilidade do soutien

Sociedade

  • 333

Reuters

Depois de 15 anos a analisar o efeito do uso do soutien, um médico francês concluiu que, afinal, as voluntárias que aceitaram não usar aquela peça de roupa ficaram com os seios mais fortes e elevados

Jean-Denis Rouillon estuda os efeitos do uso do soutien nas mulheres há 15 anos. Para isso, o também professor de medicina desportiva na Universidade Franche-Comte, na França, tem observado e medido o busto de dezenas de voluntárias - umas aceitaram fazer as suas vidas normais, inclusivamente praticar desporto, sem usar soutien, outras preferiram abdicar da peça apenas em algumas situações.

Os resultados preliminares do estudo são, no mínimo, surpreendentes: pelo menos entre as mulheres com idades compreendidas entre os 18 e os 35 anos, o mamilo elevou-se uma média de sete milímetros por ano. Os seiso "fortalecem-se" quando não se usa soutien, defende o médico, em declarações à BBC.

Apesar deses primeiros resultados, Jean-Denis Rouillon prefere prudência nas conclusões, uma vez que o grupo de voluntárias não é representativo da população feminina francesa.

A investigação vai agora prosseguir com mulheres mais velhas.