Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estátua egípcia mexe-se sozinha e intriga especialistas

Sociedade

  • 333

Imagens captadas no Museu de Manchester mostram que a estátua de Neb-Senu, uma oferenda ao deus egípcio dos mortos, Osíris, gira sob si própria, sem que os especialistas tenham alcançado ainda uma explicação racional. VEJA O VÍDEO

Os trabalhadores do Museu de Manchester, Reino Unido, ficaram intrigados com o facto de encontrarem a estátua - que remonta a 1800 a.C -, constantemente virada ao contrário (rodando 180 graus sobre si própria) e montaram câmaras para esclarecer a situação. As filmagens revelaram então que a estátua de Neb-Senu parece fazer movimentos rotativos de livre e espontânea vontade.

"Achei a situação estranha. A estátua está trancada e sou eu o único que tem a chave", afirmou Campbell Price, um egiptólogo do museu. "Em vídeo conseguimos vê-la claramente a girar", acrescenta.

A estátua foi descoberta dentro do túmulo de uma múmia, o que ajuda a teoria de uma "maldição" dos faraós, que atingiria aqueles que retiram relíquias dos túmulos. "No Antigo Egipto acreditava-se que se a múmia era destruída, a estátua podia funcionar como um 'recipiente alternativo' para o espírito. Pode ser isto que causa o movimento", conclui.

Porém, Brian Cox, físico e professor, aposta numa teoria mais racional - como a estátua só se movimenta durante o dia, Cox acredita que a mesma gira devido à vibração causada pelos passos dos visitantes, por estar colocada numa superfície de vidro. Price, por seu lado, refuta esta hipótese, uma vez que a relíquia ocupa aquele lugar desde sempre e nunca ser tinha movido antes...