Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dias agitados na comunicação social portuguesa

Sociedade

  • 333

Greves de quatro dias na Agência Lusa e encontro de solidariedade para com os dispensados do jornal Público. Veja as imagens do protesto da Lusa

A greve de quatro dias que os trabalhadores da Lusa iniciaram esta quinta-feira contra os cortes de 30% no orçamento para 2013 levou à interrupção do serviço de distribuição de notícias da agência. 

Os trabalhadores concentraram-se hoje à entrada da delegação da Lusa do Porto, com a presença do presidente do Sindicato dos Jornalistas, Alfredo Maia. Paralelamente, aconteceu uma vigília junto ao Conselho de Ministros, em Lisboa. 

A greve prolonga-se até domingo e realiza-se no seguimento dos cortes financeiros previstos para a agência Lusa e dos despedimentos anunciados em vários órgãos de comunicação nacional, como é o caso do jornal Público. 

Ao longo dos últimos dias surgiram na internet duas petições e uma carta aberta que já reúnem milhares de subscritores.

A petição pública 'Em Defesa da Agência de Notícias Lusa', que se destina à Assembleia da República, ao Governo e à Presidência da República, e que já conta com quase 3 mil subscritores.

Ao mesmo tempo está a correr outra petição na internet. 'Em defesa da manutenção da qualidade do jornal Público e dos profissionais que fazem dele um jornal de referência'.

O despedimento coletivo de 48 trabalhadores no Público levou os promotores a lançar a petição que deverá ser entregue amanhã nas instalações da Sonae no Porto. O Encontro de solidariedade para com os dispensados do jornal Público está agendado para Sexta-feira, 19 de Novembro das 11h00 às 13h00 em frente da redação do jornal Público em Lisboa, Rua Viriato, nº 13. 

Imprensa internacional vive dias de mudança

A imprensa vive dias de incerteza a nível mundial. Esta quinta-feira fica ainda marcada pelo anúncio do encerramento das edições impressas da revista norte-americana Newsweek, após 80 anos nas bancas. A última edição é impressa no último dia de 2012. A partir de 2013, a revista estará disponível exclusivamente em formato digital.

Na terça-feira, foi anunciado que o jornal britânico Guardian contratou Wolfgang Blau para ser o primeiro diretor de estratégia digital. A receita digital do grupo cresceu 16,3% com os classificados a contribuir bastante para o resultado. Na quarta-feira, o Telegraph noticiava que o Guardian estaria a considerar terminar a edição impressa do jornal.