Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

DEBATE: Gays proibidos de dar sangue

Sociedade

O Ministério da Saúde tomou uma decisão polémica e proibiu os gays de doarem sangue. O Jornal de Notícias desta sexta-feira avança com esta notícia, tendo como base um documento do gabinete da ministra da saúde que seguiu para a Presidência do Conselho de Ministros há poucos dias. E você, concorda? Diga de sua justiça!  

visao.pt

O Ministério da Saúde decidiu excluir os homossexuais de sexo masculino de doarem sangue. A justificação é simples: eliminar possíveis dadores com comportamentos de risco.



O gabinete da ministra da saúde diz que esta medida visa prevenir a ameaça de potenciais dadores com comportamentos de risco, uma posição com base "em termos objectivos e cientificamente comprovados".



O Ministério da Saúde foca-se nas elevadas taxas de doenças graves transmissíveis, pela transfusão de sangue, nos homossexuais do sexo masculino.

 

De acordo com o JN, o ministério utiliza como um dos principais argumentos o facto da resolução do Conselho da Europa dar "supremacia à protecção dos doentes que recebem sangue relativamente à vontade de qualquer pessoa em doar sangue".



O SOS Racismo já veio falar em "discriminação". No entanto, o gabinete de Ana Jorge defendeu-se alegando que as mulheres homossexuais estão autorizadas a doar sangue.