Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Clonadas primeiras células estaminais humanas

Sociedade

  • 333

Getty Images

Pela primeira vez, foi possível recolher células estraminais de um embrião humano clonado, o primeiro passo de um processo que poderá, espera-se levar a novos tratamentos para doenças com esclerose múltipla, Parkinson ou diabetes

Num estudo publicado na revista científica Cell, um grupo de cientistas da Universidade de Saúde e Ciência de Oregon, Estados Unidos, anunciou ter recorrido a métodos semelhantes aos usados na clonagem da ovelha Dolly, em 1996, para obter o primeiro embrião humano clonado.

Na experiência, material retirado de uma célula adulta foi transplantado para um óvulo cujo ADN havia sido retirado. Depois, os cientistas induziram os óvulos não fertilizados a transformar-se em células estaminais embrionárias, através de um estímulo elétrico.

As células estaminais são uma das maiores esperanças na medicina porque são capazes de se transformar em qualquer outra célula encontrada no corpo humano.

O objectivo não é clonar seres humanos, mas apenas criar em laboratório, a partir das células do corpo de um doente (da pele, por exemplo), linhagens de células estaminais embrionárias (CEE) que possam ser usadas para gerar tecidos e órgãos compatíveis com esse doente.