Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cientistas percebem, finalmente, por que os dedos enrugam na água

Sociedade

  • 333

O facto em si é simples de ser observado: basta deixar as mãos dentro de água durante algum tempo para ver os dedos ficarem enrugados. A explicação, essa, é que só agora foi descoberta

Cientistas da Universidade de Newcastle, no norte da Inglaterra chegaram à conclusão que o facto de os dedos ficarem enrugados depois de passarem algum tempo dentro de água faz parte das vantagens adquiridas pelo Homem ao longo de milhares de anos de evolução: é mais fácil segurar um objeto molhado com a superfície da pele rugosa.

Durante muito tempo, acreditou-se que os dedos enrugavam simplesmente porque a pele inchava com o contacto prolongado com a água. 

Para investigarem o fenómeno, os cientistas britânicos pediram a voluntários que apanhassem berlindes colocados no fundo de um balde de água. A experiência consistia em apanhá-los com uma mão e fazê-los depois passar por uma pequena abertura para a outra mão, colocando-os depois num segundo recipiente. Os voluntários que tinham os dedos enrugados terminaram a tarefa mais rapidamente que os que não tinham.

A experiência, publicada no Royal Society journal Biology Letters, sugere que as rugas têm a função específica de tornar mais fácil o manuseio de objetos dentro de água ou em superfícies molhadas, o que pode ter sido uma vantagem para os nossos antepassados, quando procuravam alimentos em lagos ou rios.