Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Chef Michel prescinde de recurso e aguarda extradição para França

Sociedade

  • 333

O chef Michel da Costa vai ser extraditado para França depois de ter prescindido de recorrer desta decisão do Tribunal da Relação de Lisboa

De acordo com a mesma fonte, a extradição do cozinheiro para França depende agora da Polícia Judiciária (PJ) e do Serviço de Estrangeiro e Fronteiras (SEF), sendo que ainda não há data marcada para a extradição do cozinheiro.

A extradição para França foi decretada pela Relação de Lisboa a 16 de novembro último e Michel da Costa tinha quinze dias para recorrer da sentença para o Supremo Tribunal de Justiça, o que não aconteceu.

Michel tinha ainda a possibilidade de cumprir pena em Portugal, uma condição que foi acordada com as autoridades francesas, mas na sexta-feira o Tribunal da Relação de Lisboa teve conhecimento de que o cozinheiro optou por cumprir pena em França, acrescentou a fonte da Relação.

O cozinheiro Michel da Costa é suspeito de fraude fiscal e branqueamento de capitais entre 2005 e 2007, tendo sido detido no final de outubro por inspetores da PJ, no cumprimento de um mandado europeu emitido por França.

As autoridades francesas acusam Michel e outro cidadão de nacionalidade francesa - detido na mesma altura que o cozinheiro - de fazerem parte de uma organização criminosa.

Nascido em Marrocos, quando este era um protetorado francês, Michel, de 67 anos, é naturalizado português e teve vários programas televisivos sobre culinária. Proprietário de um atelier de cozinha, foi ainda acusado de burla em março de 2011 por alunos.