Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cão de raça perigosa mata mulher em Matosinhos

Sociedade

  • 333

Um cão mato uma mulher de 46 anos, na Rua do Sul, em Matosinhos. O animal, araçado de leão da rodésia e pitbull, mordeu o pescoço da vítima, depois desta ter-lhe negado um pão que tinha na mão

Um cão de raça perigosa atacou e matou, ontem à noite, uma mulher de 46 anos, na Rua do Sul, em Matosinhos.

O animal, araçado de leão da rodésia e pitbull, mordeu o pescoço da vítima, depois desta ter-lhe negado um pão que tinha na mão.

Cristina Afonso estava desempregada e vivia com a mãe acamada e o filho de 20 anos (o dono do cão.

O ataque do cão, com pouco mais de um ano de idade e chamado Ibiza, terá atingido a artéria carótida e teve morte imediata.

O incidente ocorreu pelas 21.40 horas dentro da habitação, que pertence à mãe da vítima. A idosa assistiu a tudo e ainda telefonou a uma vizinha a pedir ajuda, que nada pôde fazer para salvar Cristina Afonso.

A mãe de Cristina deu entrada no hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, com uma ligeira lesão devido a uma mordida do animal, mas deverá ter alta hoje.

Fonte do hospital disse à agência Lusa que a septuagenária deu entrada na sexta-feira à noite depois de ter sido mordida "de forma ligeira" pelo cão que matou a filha, salientando que não apresenta ferimentos graves, sendo o seu estado de saúde considerado "estável".

Dado que a idosa se encontra acamada, adiantou a fonte, necessita de cuidados especiais, estando o hospital a aguardar a visita de familiares para que lhe possa dar alta.