Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

As duas divisões do surf

Sociedade

  • 333
A ENTREVISTA DIVIDA POR TEMAS:

AS FOTOS:

Existem duas divisões na elite mundial do surf?

Sim. Uma, constituída por aqueles que vão ser sempre um bocadinho beneficiados, e a outra, composta por aqueles que vão ser sempre os sacos de pancada.

Ser "saco de pancada" tem a ver com o facto de ser português?

Não colocaria a questão nesses termos. É mesmo uma relação entre mais cotados e menos cotados. Os que têm maior exposição mediática têm hipótese de fazer mais alarido.

A injustiça que sentiu nos EUA vai influenciar as suas prestações no que resta do campeonato mundial?

Sinto que estou num bom momento para a perna europeia. Vou estar a surfar em casa e vou tentar pegar nisso como uma coisa positiva e que me dê força.

A que se deve o seu 22º posto na tabela mundial, à beira da desqualificação?

Tive um par de resultados maus, tenho tido um ano de altos e baixos, tal como nos anteriores. Fidji e Tahiti eram dois campeonatos importantíssimos para mim, onde esperava bons resultados, e não me saí bem. Nas Fidji tive uma eliminatória péssima frente ao Mick Fanning [o atual líder da competição], no Tahiti tive o azar de ter uma eliminatória sem ondas, mas o outro foi melhor do que eu... São dois campeonatos que se encaixam muito no meu estilo de surf e acabei por não conseguir somar pontos, o que me deixou um pouco mais abaixo do que o esperado no ranking. Agora, estou a sofrer as consequências.

É grande a pressão, neste momento?

Não. Não sinto muita pressão. Mas, em termos pessoais, não estou nada contente com o lugar que ocupo. 

Essa insatisfação costuma funcionar como fator de motivação?

Costuma ser bom. Funciono muito melhor em estados de quase raiva. Tenho muito mais força interior do que quando estou confortável no ranking. A história diz estes momentos são bons para mim. No ano passado, por esta altura, estava praticamente fora e acabei por conseguir um bom resultado no fim do ano em Santa Cruz [Califórnia, EUA]. O mais importante é estar a sentir-me bem com o meu surf.