Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

As 10 crónicas mais populares de Ricardo Araújo Pereira em 2013

Sociedade

  • 333

Luís Barra

As 10 crónicas de RAP - Ricardo Araújo Pereira -  mais vistas no site da VISÃO até este momento. Tempo de recordar e de rir...

[Clique no título, a vermelho, para ler a respetiva crónica]

Carta aos 19%

A tua necessidade de arranjar um emprego está muito acima das tuas possibilidades. É possível que a tua necessidade de comer também esteja

U omãi qe dava pulus (i põtapés na gueramática)

Quase todos os políticos que nos governam hoje falam mal português. Veja-se o caso de Angela Merkel

Andava um burlão em Portugal mas identificaram-no

O leitor acompanhou a história daquele burlão que apareceu na comunicação social a dar falsas esperanças aos portugueses? Foi realmente incrível, a mensagem de Natal de Pedro Passos Coelho

Túnel ao fundo do túnel

Nem se pode dizer que a alternativa à austeridade é o caos, uma vez que a austeridade já é o caos. Desemprego galopante, espiral recessiva, legislação ilegal. O caos não tem nada para nos oferecer

Em cada esquina um banqueiro

O ideal seria que todos os estabelecimentos comerciais portugueses tivessem "banco" escrito no nome. Nenhum negócio iria à falência, porque o Estado acudiria a todos

Da palhaçada

Na minha opinião, toda a gente deveria poder dizer o que pensa do PR, e sobretudo deveria poder dizê-lo da maneira que entendesse

Comente o seguinte país

O Passos Coelho do passado e o Sócrates do presente têm tudo para ser excelentes comentadores. Infelizmente, o Passos Coelho do presente e o Sócrates do passado são primeiros-ministros muito maus

Notas para a recordação do meu mestre Portas

Havia saldos nas urnas, nas eleições de 2011, e eu não percebi. Vote num e leve dois. Dois governos pelo preço de um

Não percebi bem, mas acho que não aconteceu nada

Afinal, o ex-ministro das Finanças falhou mais metas e objetivos do que se pensava: tentou demitir-se várias vezes mas só atingiu o objetivo à terceira

Notas para um discurso no futuro próximo

Ao fim de 50 dias, disseram que o orçamento estava errado. Ao fim de 90, disseram que era ilegal. Não me surpreenderia que, dentro de uma semana ou duas, alguém dissesse que o orçamento era pedófilo