Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Afonso Dias condenado a três anos e meio pelo rapto de Rui Pedro

Sociedade

  • 333

Absolvido há cerca de um ano, Afonso Dias foi agora condenado pelo Tribunal da Relação do Porto a três anos e seis meses de prisão efetiva pelo rapto de Rui Pedro, o jovem desaparecido há 15 anos

O único suspeito e arguido no caso do desaparecimento de Rui Pedro tinha sido absolvido a 22 de fevereiro de 2012 pelo Tribunal de Lousada, que considerou existir falta de provas para condenar Afonso Dias. Segundo o coletivo de juízes, então, não se provou nem a tese de rapto nem o encontro do menor com a prostituta que alegou ter estado com a criança no dia do seu desaparecimento. 

O Tribunal da Relação do Porto deu provimento ao recurso do Ministério Público e parcialmente ao recurso da família do Rui Pedro e decidiu condenar o arguido Afonso Dias a três anos e seis meses prisão efetiva.

O advogado do arguido anunciou, por seu turno, que vai recorrer desta sentença para o Supremo Tribunal de Justiça.

Em atualização