Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ADN do Big Foot coincide com o de urso polar raro

Sociedade

  • 333

A mítica criatura pode, afinal, tratar-se de uma espécie rara de urso encontrada nos Himalaias, segundo uma investigação da Universidade de Oxford, que analisou amostras de pelo desconhecidas recolhidas na região onde o Big Foot é avistado com maior frequência

Há séculos que se sucedem os avistamentos do Big Foot, sobretudo nos Himalaias. Bryan Sykes, professor de genética na Universidade de Oxford decidiu recolher e analisar amostras de pelo de dois animais não identificados, na esperança de resolver o mistério. E, acredita o cientista, conseguiu. Testes de ADN revelaram uma coincidência total com o material genético do maxilar de um antigo urso polar encontrado na Noruega, que terá vivido entre 40 a 120 mil anos atrás.

O especialista mostra-se convicto, por isso, que a explicação mais plausível é a de que a criatura resulte de um cruzamento entre os ursos polares e os ursos pardos.

"É um resultado excitante e completamente inesperado que nos apanhou a todos de surpresa", comenta o professor, sublinhando, no entanto, que ainda há muito trabalho a fazer: "Não creio que isto signifique que existam ursos polares da antiguidade a andar pelos Himalaias." 

Estará finalmente resolvido o mistério do Big Foot?