Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Já estreou o primeiro urinol feminino para festivais de verão e foi um sucesso

Sociedade

Instagram

O primeiro urinol feminino foi utilizado, esta semana, num festival de verão, na Dinamarca

A arquiteta francesa Gina Périer desenvolveu o primeiro urinol feminino, o Lapee, que já foi utilizado no festival de Roskilde, na Dinamarca, de modo a tentar reduzir as enormes filas de espera para utilizar as casas de banho.

O design é inspirado nos urinóis masculinos, garantindo que as senhoras os conseguem utilizar de pé, mas também agachadas. A grande espiral cor de rosa pode ser usada por três mulheres em simultâneo e, segundo a marca, demora apenas 30 segundos, o que o torna seis vezes mais eficiente do que as cabines de casa-de-banho tradicionais.

Este urinol adaptado à fisionomia feminina tem ainda um tanque de armazenamento embutido, e uma divisória maior, que separar as utilizadoras e garantir a sua privacidade.

Instagram

Périer, com apenas 25 anos, fundou a empresa com o amigo dinamarquês Alexander Egebjerg, depois de ambos terem trabalhado para o festival como estudantes de arquitetura, em regime de voluntariado.

"Queríamos criar a versão feminina de um produto que existe em todo o mundo" e que "não acho que seja assim tão complicado de fazer", mas como "foi desenhado por homens, eles só pensaram em si mesmos", afirma a arquiteta.

"Enquanto estivemos aqui [no festival] no sábado e no domingo, só foi usado por meninas e elas estavam tão felizes", "Fomos inundados por mensagens no Instagram. Elas estavam todas a dizer 'finalmente, algo para nós', porque é tão desagradável para as mulheres a situação de ter de urinar", conta.

Contudo, para a criadora, este urinol tem outra vantagem para além da comodidade - a segurança. "Na verdade, não é mais seguro ter uma porta, é o oposto", "estás numa posição melhor para te defenderes, do que se fores trancada numa cabine com alguém".

Instagram