Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

O dia em que o Google Maps levou mais de 100 pessoas para uma estrada de lama

Sociedade

guntsoophack yuktahnon/Getty Images

Aconteceu este domingo, no Colorado, nos Estados Unidos: dezenas de condutores seguiram o GPS da Google para fugir ao trânsito – e acabaram presos numa estrada de lama

Quantas vezes confiou cegamente no seu GPS para chegar mais rapidamente ao destino? O episódio deste domingo provou que as tecnologias nem sempre são fiáveis.

No estado do Colorado, nos EUA, mais de 100 condutores que se dirigiam para o aeroporto de Denver, ao aperceberem-se de um acidente na Peña Boulevard, decidiram seguir a sugestão do Google Maps e enverederam por um caminho alternativo.

“Inicialmente eram 43 minutos e com o desvio passaram a 23 – então virei na saída seguinte e fui por onde o GPS me dizia”, disse à CNN Connie Monsees, umas das condutoras enganadas pela app. Connie relata que viu vários carros a fazerem o mesmo caminho, mesmo quando a estrada passou a ser de terra batida. Quando deu por si, estavam cerca de 100 viaturas, incluindo a sua, presas numa estrada de lama.

Entretanto a Google reagiu à imprensa americana sobre o sucedido: “Temos vários fatores em consideração ao determinar uma rota, como o tamanho da estrada e a direção da rota (…) Os problemas podem surgir devido a circunstâncias imprevisíveis, como o clima. Encorajamos todos os condutores a seguirem as leis locais, estarem atentos e a fazerem o seu próprio juízo quando estão a conduzir”.

Aquela que seria mais uma viagem rodoviária afetada pelo trânsito acabou por se tornar um pesadelo. Apesar de tudo, Connie conseguiu tirar a sua viatura da lama graças à tração nas quatro rodas do seu carro. Seguiu o seu caminho e ainda ofereceu boleia a duas pessoas para o aeroporto, que, desta forma, apanharam o seu voo a tempo.

CONHEÇA A NOVA EDIÇÃO DIGITAL DA VISÃO. LEIA GRÁTIS E TENHA ACESSO A JORNALISMO INDEPENDENTE E DE QUALIDADE AQUI