Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nike pede desculpa por “piratear” um desenho indígena nos seus ténis

Sociedade

Sneaker News

A Nike retirou um modelo de ténis do mercado após um grupo indígena acusar a marca de usar um padrão tradicional sem pedir autorização. A marca já emitiu um pedido formal de desculpas

Pedro Dias

Pedro Dias

Jornalista

Foi retirado do mercado o modelo de ténis Nike Air Force 1 “Puerto Rico”, após uma tribo indígena do Panamá acusar a marca de desporto de usar um padrão tradicional “mola” sem os consultar previamente.

A chegada dos ténis ao mercado estava marcada apenas para inícios de junho, mas várias imagens do modelo já circulavam pelas redes sociais. Foi aqui que a comunidade Guna, do Panamá, reconheceu o uso do padrão mola, uma forma de arte tradicional da região, sem qualquer referência à zona da sua origem.

Uma mola é uma forma de arte textil tradicionalmente produzida pelas mulheres da ameríndias Guna, pessoas que vivem na sua maior parte na região de Kuna Yala, no Panamá.

Uma mola é uma forma de arte textil tradicionalmente produzida pelas mulheres da ameríndias Guna, pessoas que vivem na sua maior parte na região de Kuna Yala, no Panamá.

PANart

Belisario Lopez, chefe da comunidade Guna, acusou a Nike de "piratear” o padrão numa conferência de imprensa na Cidade do Panamá, esta terça-feira. “Eles têm de reconhecer que a mola que aparece nos ténis Nike pertence à população de Guna”, disse à AFP. Segundo o site Sneaker News, a Nike utilizou o padrão como um tributo à cultura de Porto Rico, em vez de homenagear a tribo da qual o desenho é original.

Aresio Valient, o advogado representante do grupo, descreveu o design como “parte da espiritualidade inerente ao povo de Guna”, e pretende que a Nike indemnize a comunidade indígena.

A Nike emitiu uma declaração a pedir desculpa pelo sucedido: “Pedimos desculpa pela representação imprecisa da origem do desenho usado para os Nike Air Force 1 ‘Puerto Rico’ 2019. Como tal, este produto não vai estar disponível no mercado.”

ASSINE AQUI E GANHE UM SACO. Ao assinar está a apoiar o jornalismo independente e de qualidade – essencial para a defesa dos valores democráticos em Portugal