Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

A 'body shaper' apontada como o segredo dos corpos de várias "famosas"

Sociedade

Aqui ficam duas dicas da body shaper Izabel de Paula, que ajuda a enfrentar os “pecados” da gordura e da celulite com massagens e não só.

Rosa Ruela

Rosa Ruela

Jornalista

Izabel de Paula era gorda. “Muito gorda mesmo”, reforça, e esta sua afirmação, logo a abrir, faz as vezes de desbloqueador de conversa e de cartão de visita. Magra e elegante, a terapeuta brasileira está a milhas da miúda que, pouco tempo antes de trocar o Rio de Janeiro por Lisboa, pesava 89 quilos. Na altura, tinha 20 anos e decidira começar de novo deste lado do Atlântico. Agora, aos 43, usa a distância entre as duas Izabéis para inspirar outras mulheres a transformarem o corpo e a ficarem em boa forma como ela conseguiu e, sobretudo, dirá segundos depois, a aprenderem a gostar de si próprias.

Essa foi a motivação que a levou a publicar, ainda antes do início da primavera, Os Pecados do Corpo – Dicas e Soluções Para um Corpo Saudável (Edições Chá das Cinco, €16,60), um livro que ela diz não trazer dietas nem soluções milagrosas – embora pareça que sim, lendo o índice –, mas “dicas e respostas simples” para enfrentar a gordura, a celulite, a flacidez, a barriga proeminente e a retenção de líquidos de que as mulheres não têm de se sentir culpadas, sublinhará durante a entrevista.

Estamos num dos gabinetes do Espaço Izabel de Paula, no centro de Lisboa, onde a body shaper expert é sempre a primeira a entrar e a sair (apresenta-se assim habitualmente, porque o seu currículo não se resume a cursos e prática de massagens, estética e fisioterapia). Claro que acabaremos a perguntar-lhe: “Se só pudesse dar uma dica, qual seria?” “A da pasta de argila, um SOS fantástico” (e ei-la nestas páginas), mas primeiro queremos saber como chegou ao patamar em que é apontada como o segredo dos corpos de Ana Sofia Martins, Sofia Carvalho, Iva Lamarão, Inês Gutierrez e Ana Filipa Nunes, que podemos ver na televisão, ou da apresentadora da Rádio Comercial Luísa Barbosa e de Mafalda Sampaio (autora do vlog Maria Vaidosa), mais umas quantas bloggers.

Escreva-se que estas são apenas algumas das suas já centenas de “patrimónios”, nome que gosta de dar às clientes para que se valorizem como pessoas. Outras há que lhe pedem reserva ou para serem atendidas às cinco da manhã, de forma a não serem vistas a entrar e a sair do número 15 da Avenida António Augusto de Aguiar, em Lisboa, ou mesmo a sua assinatura num contrato de sigilo. Mas, embora Izabel seja conotada com muitas figuras públicas, o facto de ter rubricas de beleza e bem-estar nos programas Faz Sentido (SIC Mulher) e Praça da Alegria (RTP1) também a tornou conhecida das mulheres vulgares de Lineu, que, se não puderem ir ao seu espaço, têm agora um guia de beleza completo nas livrarias.

A sua própria cobaia

Não daremos por isso, mas antes de recuar no tempo a nosso pedido, a body shaper descalçará as suas sabrinas (é também assim que faz as massagens, para não perder estabilidade e prevenir as dores de costas). Voltar ao Rio de Janeiro dos anos 80 traz-lhe recordações agridoces porque começou a trabalhar muito cedo para ajudar a família e, acima de tudo, por ter sido vítima de bullying na escola. “Tive de aprender a gostar de mim para poder ajudar as outras mulheres – e é isso que ensino aqui”, diz, apontando para o seu livro, que é já o segundo da história (publicou Barriga Fit em 2017). “Só quando você está na pele é que percebe o que é ser gorda e motivo de troça de todo o mundo.”

Izabel de Paula teve de se superar a vários níveis. Ainda estava q.b. gordinha quando se mudou para Lisboa, onde conseguiu um primeiro emprego como assistente administrativa no Hospital Particular. Estava em Oftalmologia, mas foi no vaivém de doentes em pós-operatório de outros serviços que se interessou pela drenagem linfática. Tirou um curso e num instante dividia-se entre a receção e as massagens, acabando a criar os seus próprios tratamentos. “Comecei a acrescentar movimentos mais bruscos, a nível de tecidos, e amassamentos”, conta. “Fui pegando no que já sabia, observava aquilo que os médicos e as enfermeiras faziam, e comparava as pernas antes e depois das massagens. Nasceu aí o meu Levanta Bumbum!”
Depois de vários cursos e reciclagens na área, também patenteou entretanto os tratamentos Leg Fit Express, Barriga Fit e Shot Body Detox. Todos aparecem de alguma forma no novo livro, que é o resultado de mais de 20 anos de trabalho, com uma vantagem para as leitoras: Izabel foi a sua própria cobaia. “Experimentei de uma ponta à outra tudo o que lá está – fiz as massagens e as dietas todas, fui experimentando e anotando num caderninho.”

A “coach” operária

Sempre que lhe aparece um “futuro património” para uma consulta de avaliação, a body shaper fotografa-a mentalmente. “Mudava isto e isto e isto...” Acontece com frequência a cliente detestar as pernas e ela reparar sobretudo na barriga. Tudo bem. Irá, então, explicar-lhe que funcionamos num todo. “Se eu só trabalhar uma parte e não ligar ao sistema linfático, por exemplo, não vai haver resultados onde você quer. É como um carro”, compara, “está tudo interligado.”

Após a avaliação, o objetivo de Izabel é a potencial cliente sair dali com uma nova filosofia de vida, a pensar “a partir de hoje, gosto de mim”. E se regressar para a primeira sessão de tratamento, é muito provável que a encontre à sua espera, junto à marquesa. “Sou uma coach operária”, ri-se, “que põe a mão na massa”. É por isso que costuma entrar às sete da manhã e fechar a porta às 11h da noite.

Grande parte do pouco tempo que lhe sobra para estar com a sua filha, Patrícia, de 15 anos, passa-o a cozinhar. “O meu pecado é o da gula, porque estou sempre no fogão”, ri-se. Não se estranha, por isso, que o livro traga dezenas de receitas, específicas para evitar ou acabar com a celulite ou a flacidez, etc., todas pensadas para se chegar a “corpos imaculados”.

Dicas “top secret”

Organizado por pecados, o livro deverá guiar alguém que quer acabar com a “luxúria da anarquia” (gordura), a “ira das hormonas” (celulite), a preguiça “inimiga da perfeição” (flacidez), a “gula das emoções” (barriga) e a “avareza da circulação” (retenção de líquidos). Para ajudar nessas tarefas, tem dicas para alcançar os “pecados bons” da “vaidade da pele” (massagem) e da “inveja dos tempos modernos” (estabilização do peso). “A massagem é a cerejinha no topo do bolo – pelo pecado, é uma vaidade, mas é o melhor que pode dar ao seu corpo porque devemos fazer uma drenagem linfática pelo menos uma vez por mês, para pôr o sistema a funcionar”, defende a autora. “Toda a gente tem direito a ela. Se eu fosse Presidente da República, dava um voucher a todos!”

Em cada um dos capítulos, as leitoras encontram testemunhos, explicações e respostas para os diferentes problemas inestéticos do corpo, além de conselhos, refeições, exercícios e massagens fáceis de fazer em casa (ver Massagem Modeladora). E ainda dicas “top secret” para combater a gordura (comer gelatina de gengibre), a celulite (beber água de coco biológica), a flacidez (usar uma cinta modeladora), a barriga (fazer Pilates e aprender a respirar pela barriga) e a retenção de líquidos (encher cuvetes com metade de água e metade de creme para pernas pesadas, e depois passar um cubo ao longo das pernas, de baixo para cima).

A modelo, apresentadora de televisão e atriz Ana Sofia Martins, que assina o prefácio, escreve que há muito tempo se entrega aos métodos de Izabel, a sua “guru” e “fada madrinha”, para “definir o corpo e revigorar a alma”. Com o novo livro, a que chama de “bíblia do bem-estar”, aprendeu como se formam a gordura e a celulite, por exemplo, e desfez alguns mitos.

A massagem boa é aquela que não deixa nódoas negras? Mentira. “O atrito é normal, será natural ficar-se com algumas impressões digitais, umas pintarolas”, diz a autora. A massagem emagrece? Mentira, uma vez mais. “Ela apenas reduz o volume, porque pega a parte hídrica e tira-a do corpo. Você vai fazer mais chichi, suar… logo, reduz o volume.” Se beber chá ao deitar, de manhã acorda mais magra. “Mentira!”, exclama novamente, com uma risada. “Você vai é acordar a noite toda para ir à casa de banho.”

Mas mais do que desmascarar charlatães, Izabel de Paula gosta de ver o resultado dos seus tratamentos. “Isso e a gratidão das clientes.” Que agora podem ler e reler dicas de como virem a gostar de si próprias.

DICA: Massagem modeladora

O objetivo é que as células do tecido adiposo se rompam e eliminem o seu conteúdo

- Depois do banho, faça uma exfoliação ao corpo
-Passe o corpo por água bem fria
- Sente-se no chão, em cima de uma toalha
- Espalhe bem um óleo essencial nas duas mãos, friccionando-as
- Na parte interior da coxa, deslize as mãos bem abertas e espalmadas, uma atrás da outra, em direção às virilhas
- Ainda na parte interior da coxa, e com as duas mãos, belisque a pele/gordura, no sentido ascendente
- Repita os dois passos anteriores na parte exterior da coxa
- Passe para a barriga. Faça movimentos circulares, no sentido dos ponteiros do relógio, a partir do umbigo até cobrir todo o abdómen
- Abrace com a mão direita a cintura esquerda e com a mão esquerda a cintura direita, e deslize as mãos da direita para a esquerda e da esquerda para a direita, em movimentos cruzados, fazendo pressão com a ponta dos dedos
- Por fim, com as duas mãos, belisque a gordura localizada da barriga, começando na parte de baixo e acabando nas costelas. Faça-o durante 5 minutos ou mais

DICA: “Queimar”gordura

Pode fazer este tratamento três vezes por semana ou como SOS para “desinchar”, horas antes de uma festa

- 3 colheres de sopa de argila verde
- 2 colheres de sopa de sal grosso
- Chá verde morno q.b.
- Misture bem numa taça, até formar uma pasta
- Passe no corpo, com movimentos circulares, seja na barriga, no rabo ou nas pernas
- Envolva com película aderente e deixe repousar 30 minutos
- Retire com água tépida

ASSINE AQUI A VISÃO E RECEBA UM SACO DE OFERTA