Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Eduardo Bastos

Eduardo Bastos

Medicina Dentária

Cinco mitos sobre as facetas dentárias

Sociedade

Eduardo Bastos

DR

As facetas dentárias existem há décadas. Durante todo esse tempo, o procedimento melhorou exponencialmente. Hoje, vamos esclarecer alguns mitos comuns sobre este tratamento

Antes de mergulharmos nos mitos sobre facetas dentárias, vamos analisar por alguns instantes como é que essa opção restaurativa funciona. As facetas dentárias são restaurações finas e personalizadas que podem ser fixadas nas superfícies frontais dos dentes. O resultado é um sorriso mais simétrico que traz equilíbrio às suas características faciais. Com cuidado e manutenção adequados, as facetas podem durar mais de 20 anos. Este tratamento é de natureza puramente cosmética. Portanto, os pacientes que consideram essa opção não devem ter doenças nas gengivas e cáries dentárias.

As facetas dentárias existem há décadas. Durante todo esse tempo, o procedimento melhorou exponencialmente.

Hoje, vamos esclarecer alguns mitos comuns sobre este tratamento.

Mito #1: AS FACETAS NÃO SÃO NATURAIS

Todos nós já vimos esse tipo de dentes, tão brancos que parecem vindos de um frigorífico. As pessoas muitas vezes erroneamente assumem que todas as facetas são assim. Pelo contrário, as facetas bem realizadas parecerão tão naturais, que ninguém conseguirá afirmar que as tem.

Mito #2: AS FACETAS SÃO APENAS PARA OS DENTES DA FRENTE

Embora seja verdade que a área mais comum para colocar facetas seja nos dentes da frente superiores, este tratamento não está limitado a essa parte do seu sorriso. As facetas também funcionam muito bem nos pré-molares e nos dentes inferiores da frente. Durante uma consulta inicial o seu dentista pode ajudar a determinar um plano de tratamento personalizado que vá de encontro aos seus objetivos específicos.

Mito #3: A COLOCAÇÃO DE FACETAS DENTÁRIAS É DOLOROSO

Sempre que um tratamento dentário é realizado é normal estar nervoso ou ansioso com o desconforto. No entanto, este tratamento é realizado sob anestesia local por forma a “adormecer” os dentes e as gengivas em redor, para o manter confortável durante a sua consulta.

Mito #4: AS FACETAS DENTÁRIAS SÃO REALIZADAS EM UMA CONSULTA

Na maioria dos casos, a colocação das facetas leva pelo menos duas consultas. Embora se entenda que os pacientes desejam ter o novo sorriso o mais rápido possível, é importante ter tempo suficiente para planear o tratamento para um resultado bonito e expectável. Durante a primeira visita o dentista ouve atentamente os seus objetivos estéticos exclusivos. De seguida, os dentes são preparados e são tiradas impressões dentárias. Os moldes de diagnóstico são enviados para o ceramista que criará as facetas de acordo com as indicações . Esse processo leva cerca de duas semanas e durante esse período tem facetas provisórias já com uma cor aproximada à que irá ter. A segunda consulta é para colocar definitivamente as facetas dentárias.

Mito # 5: PARA COLOCAR FACETAS DENTÁRIAS, TODO O DENTE DEVE SER PREENCHIDO

Muitas pessoas acham que todo o dente deve ser desgastado para a colocação de facetas dentárias. No entanto apenas uma fina (microscópica) camada da parte da frente do dente é desgastada para uma melhor aderência ao dente e melhor estética dentária.

Ter um sorriso como deseja não é algo de que deva ter medo. Se tem vontade de colocar facetas para ter sempre um sorriso branco e brilhante consulte o seu dentista.

Todos os dias nos olhamos ao espelho e a avaliação que nós fazemos diariamente da imagem que vemos é a que dita o nível da nossa auto-estima e toda a nossa actividade social onde estamos inseridos, no trabalho, na relação amorosa e até nas amizades.

ASSINE AQUI A VISÃO E RECEBA UM SACO DE OFERTA

Eduardo Bastos

Eduardo Bastos

Medicina Dentária

Licenciado em Medicina Dentária, tem várias Pós-graduações em áreas especificas como Cirurgia Avançada de Implantes e Tecidos Moles, Implantologia e Estética Dentária. Sempre muito dedicado à vertente da implantologia e cirurgia oral, participou em várias palestras nesse âmbito. A sua experiência profissional incide na Reabilitação Oral integral, com forte componente estética. Participou em alguns programas de televisão dedicados à saúde oral e estética dentária e é muitas vezes convidado para rubricas de informação de medicina dentária. Sempre projectou ter o seu próprio espaço, com um ambiente que correspondesse às suas paixões e uma prática clínica sempre avançada/ atualizada, proporcionando um cuidado de excelência como sempre o fez. Foi em 2016 que deu estrutura ao seu sonho com a Clinica Mint (http://mint.pt ) em Lisboa.