Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ricardo Araújo Pereira ficou sem rede na Rádio Comercial

Sociedade

André Moreira e Luísa Oliveira

Depois de mais de um ano de interregno, o humorista Ricardo Araújo Pereira regressou à Rádio Comercial para fazer rir os ouvintes, em pouco mais de dois minutos. A seguir à sua Mixórdia de Temáticas falou à VISÃO sobre o bem que lhe sabem estas manhãs

André Moreira

André Moreira

Jornalista Multimédia

Hoje foi dia de madrugar. Para nós e para Ricardo Araújo Pereira (RAP) - coisa que nunca escondeu ser do seu desagrado. Mas não era essa a cara que tinha, sentado numa das cadeiras do estúdio da Rádio Comercial, na Sampaio e Pina, às 8h17m, quando a nova temporada de Mixórdia de Temáticas foi para o ar. Esta quinta série, que se inaugurou hoje, dia 14 de janeiro, dá pelo nome de Alves Fernandes (inspiração recolhida no apelido de Vera Fernandes, a única companheira da rádio que ainda não tinha sido alvo de RAP).

O Homem que às vezes fica sem rede, foi o nome da rubrica de hoje, em que a personagem Acácio tenta explicar que, de vez em quando, perde a rede, mas não a do telemóvel. Não vale a pena entrar em pormenores, só ouvindo. E rindo, como toda agente que estava no estúdio - e mais o milhão que normalmente ouve a Comercial - o fez.

Ricardo entrou a matar e entusiasmado com o regresso. Chegou antes da hora, já pronto para o treino de kickboxing que teria a seguir, e sempre que esteve no ar, fê-lo com muita graça. De resto, reafirmou que se sente bem nesta casa, que gosta de começar o dia com estes amigos (leia-se Pedro Ribeiro, Vasco Palmeirim e Nuno Markl). E que, muitas vezes, saem daqui já com almoço marcado. Não foi o caso de hoje, em que, pegando no saco do treino e vestindo o casaco por cima do equipamento, Ricardo avisou: "Bem, malta, vou andar à trolha, então."