Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Facebook: Como descobrir se a sua conta foi uma das pirateadas

Sociedade

Getty Images

Uma falha de segurança descoberta em setembro na maior rede social do mundo permitiu a piratas informáticos terem acesso a dados pessoais de cerca de 29 milhões de utilizadores. O número é inferior ao que se julgava, mas alguns dos dados são sensíveis

Em comunicado, na sexta-feira, o Facebook precisou que os piratas informáticos tiveram acesso ao nome e contactos de cerca de 15 milhões de utilizadores e a outros dados de cerca de 14 milhões de utilizadores.

Quando anunciou a falha de segurança, em 28 de setembro, o Facebook avançou que cerca de 50 milhões de contas tinham sido violadas.

Para o conjunto das 29 milhões de contas, os piratas - cuja identidade ou origem não foi revelada até agora - acederam ao nome do utilizador, ao 'email' e ou ao número de telefone, se este estivesse associado ao perfil.

Potencialmente mais danosos foram os dados a que os piratas tiveram acesso das outras 14 milhões de contas: Além do nome e dos contactos, os piratas informáticos acederam ao sexo, estatuto que indica a situação amorosa do utilizador, nível de escolaridade, bem como a data de nascimento, residência, emprego e páginas da internet e pessoas que seguia.

Num milhão de casos, os piratas não acederam a qualquer informação.

Como saber se a sua conta foi uma das afetadas

O Facebook já começou a avisar os utilizadores afetados, mas é possível ter essa informação sem esperar pela notificação, indo diretamente à página do comunicado da rede social. Aí, no final do texto, das duas uma: ou tem esta informação, que corresponde a uma boa notícia...

... ou uma destas...

E, neste caso, quer dizer que os hackers obtiveram o nome, o email e o número de telefone da "vítima", mas não as passwords ou números de cartões de crédito.