Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Polícia inglesa pede mais tempo e mais dinheiro para encontrar Maddie

Sociedade

Os pais de Madeleine McCann, que hoje teria 15 anos, dizem que nunca vão deixar de procurar a filha

Dan Kitwood/Getty

O prazo para encerrar as buscas da menina que desapareceu em 2007 termina este mês. Polícia inglesa gastou, até agora, 13 milhões de euros no caso. Mas quer mais verbas e mais seis meses

A Polícia Metropolitana de Londres pediu ao governo britânico mais fundos e mais tempo para continuar a investigar o desapercebimento de Madeleine McCann, a menina que, em 2007, desapareceu da Praia da Luz, no Algarve.

Em março, os investigadores tinham requerido ao Ministério do Interior mais 150 mil libras (cerca de 168 mil euros) para concluir a investigação e o prazo definido termina no final deste mês.

Agora, o porta-voz da polícia referiu que “está em diálogo [com as autoridades governamentais] com o intuito de pedir mais fundos”.

Maddie desapareceu do aldeamento turístico Ocean Club, na Praia da Luz, junto a Lagos, enquanto os seus pais jantavam no restaurante do resort com os amigos, quando tinha quatro anos.

Nos 11 anos de investigação, a polícia gastou cerca de 11,6 milhões de libras (cerca de 13 milhões de euros) na procura da menina. Os pais, Kate and Gerry McCann, dizem que nunca vão deixar de procurar a filha e que há outras formas de financiar as operações.

Recorde-se que a Scotland Yard chegou a ter, em 2015, 29 detetives no caso, altura em que foram reduzidos para quatro.

Sabe-se que os investigadores vieram a Portugal pelo menos duas vezes em 2017 e que, durante todo o processo foram analisados mais de 40 mil documentos.