Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Manter hábitos das férias ajuda a regressar à rotina

Sociedade

DR

Um estudo finlandês, feito ao longo de 40 anos, concluiu que tirar férias poderia prolongar a vida e nenhum estilo de vida saudável substitui o descanso. Agora que muitas pessoas regressam às suas rotinas, damos-lhe algumas sugestões para manter o bem-estar, o humor e a felicidade das mais recentes férias

Ainda faltam alguns dias para o equinócio de outono, no próximo dia 23 de setembro, mas as temperaturas começam a baixar e o sol esconde-se mais cedo. É o final das férias para a maioria das pessoas e o regresso à rotina, muito pautado pelo calendário do início do ano letivo.

Tirar férias pode mesmo prolongar a vida. Essa é a conclusão de um estudo de 40 anos apresentado, recentemente, no congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia e que será publicado no Journal of Nutrition, Health & Aging. Na Finlândia, uma equipa de investigadores, liderada por Timo Strandberg acompanhou a vida de 1 222 homens empresários em risco de doença cardíaca e descobriu que aqueles que tiraram três ou menos semanas de férias por ano tinham mais de um terço de probabilidade de morrer jovens. A boa notícia para quem tem orçamento limitado é que os benefícios eram os mesmos quer para quem foi para um resort, quer para quem ficou em casa. “Não se pense que ter um estilo de vida saudável compensaria trabalhar muito e não tirar férias”, disse o professor Strandberg, da Universidade de Helsínquia, na Finlândia. “As férias podem ser uma boa maneira de aliviar o stress.”

O estudo foi feito com 1 222 executivos de meia-idade, nascidos em 1919 a 1934, e recrutados no Helsinki Businessmen Study em 1974 e 1975. Os participantes tinham, pelo menos, um fator de risco para doença cardiovascular (tabagismo, pressão alta, colesterol alto, triglicéridos elevados, glicose intolerância, excesso de peso). Os participantes foram separados num grupo de controlo (610 homens) e num grupo de intervenção (612 homens) por cinco anos. O grupo de intervenção recebeu conselhos orais e escritos a cada quatro meses para fazer atividade física aeróbica, comer uma dieta saudável, atingir um peso saudável e parar de fumar. Quando os conselhos de saúde, isoladamente, não foram eficazes, os homens do grupo de intervenção também receberam medicamentos recomendados na época para reduzir a pressão arterial e os lipídios. Os homens do grupo de controlo receberam cuidados de saúde habituais e não foram vistos pelos investigadores. O risco de doença cardiovascular foi reduzido em 46% no grupo de intervenção em comparação com o grupo de controlo até o final do estudo. No entanto, ao fim de 15 anos, em 1989, houve mais mortes no grupo de intervenção. As férias mais curtas foram associadas ao excesso de mortes no grupo de intervenção. Sempre que os homens tiraram três semanas ou menos de férias anuais tiveram 37% maior probabilidade de morrer entre 1974 a 2004, do que aqueles que descansaram mais de três semanas. O tempo de férias não teve impacto no risco de morte no grupo de controlo.

Sugestões para manter detalhes das férias na rotina do dia-a-dia

Valorizar o lugar onde se mora

Procurar num site de viagens o que existe perto e casa e poderá ser surpreendido com um museu, uma escola ou um passeios na Natureza, totalmente desconhecido. Uma forma de descobrir novidades à porta de casa.

Reavaliar a rotina

Férias são sinónimos de menos tarefas domésticas, dias sem trabalhar, cozinhar ou levar os filhos às atividades. Mas, nas férias o que é que realmente deixa-nos mais tempo livre? Não será ver televisão ou usar o telemóvel? Reequacionar essas atividades poderá deixar tempo livre, o mesmo que tivemos nas férias.

Leituras de outono

Aproveite-se o mês de setembro, rico em lançamentos de novos livros, para reorganizar uma lista de leituras de outono. Deixemos para trás os livros que estão a acumular-se na mesa de cabeceira e que nem de férias foram. Encontre novas histórias e novos autores. Em alternativa, há sempre edições semanais de revistas de sempre.

Faça um desvio no trajeto

Combinar atividade física com a exploração de novos ambientes ou novas interações sociais, algo tão simples como andar numa nova cidade, por exemplo, estimula muita plasticidade no cérebro. Pequenas mudanças promovem uma sensação de atividade. Experimente uma caminhada ou ir de bicicleta para o trabalho, ou sair de casa mais cedo e interromper o dia para um passeio no jardim.

Criar novos hábitos

“A melhor maneira de modificar hábitos é substituí-los por um novo hábito”, defende Trevor Robbins, professor de neurociência cognitiva da Universidade de Cambridge. Em casa, ao acordar de manhã, em vez de deixar os chinelos perto da cama, substitua-os pelos ténis. Talvez os calce e vá dar uma corrida.

Novo look

Olhe para o guarda-roupa de outono de forma tão excitante como para os looks de verão, apenas os braços e as pernas estão mais tapados.

Viagens curtas

Mantenha o espírito aventureiro e planeie viagens de um dia, entre o outono e a época natalícia. Não precisam de ser passeios caros ou distantes. O importante é comprometer-se com a data e marcá-la na agenda antes que o entusiasmo passe.

Perfume das férias

Falar de aromas e sons é muitas vezes um detalhe na descrição das férias. Prolongue essas sensações tidas nos lugares das férias em sua casa. Se foi a Marrocos ouça uma música que faça lembrar os souks enquanto toma banho; Se esteve em Itália e apreciou o cheiro de limão, azeite ou manjericão na comida, queime uma vela com esse aroma. Ou, simplesmente, continue a usar protetor solar – vai cheiras a praia de certeza.

Inscreva-se num clube

Sempre quis ter aulas de dança, desenho, tricô ou equitação? Inscrever-se num workshop ou num curso de curta duração é uma oportunidade para conhecer novas pessoas e ganhar acessórios diferentes no seu dia-a-dia, o que fará sair da rotina.

Uma resolução de setembro

Há quem as faça no início de cada ano novo, mas setembro pode ser outra alternativa para tomar resoluções e definir objetivos. Treinar para uma maratona, por exemplo, poderá ser ideal, combinando atividade física com novidade.

Cozinhe com um novo ingrediente

A cada semana escolha um novo ingrediente para cozinhar. Pode mesmo ser de um sabor que tenha apreciado nas férias. Se não, espere pelo que a terra dá e deixe-se surpreender nos mercados. De manhã, tome o pequeno-almoço como se fosse fim de semana.

Vá lá fora e admire

Olhar as estrelas, contemplar uma serra, ouvir os pássaros ou observar uma árvore poderá fazer crer que ainda está de férias, pois a Natureza é uma fonte de inspiração positiva. Admire-se.