Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

E as melhores obras de reabilitação em Portugal são...

Sociedade

Projeto Quintãs, em Arouca

O edifício República 37 e os Albergues Noturnos do Porto arrecadaram o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana, nas categorias Cidade de Lisboa e Cidade do Porto, entregues numa cerimónia em Braga, esta quarta-feira à noite. Conheça-os e espreite também o projeto Quintãs, em Arouca, vencedor na categoria de Melhor Solução de Eficiência Energética, e o Verride Palácio Santa Catarina, um novo hotel na capital, premiado na categoria de Turismo

Rui Antunes

Rui Antunes

Jornalista

Interior do edifício República 37

Interior do edifício República 37

Ao conquistar três das dez categorias, o edifício República 37, no cruzamento da Av. da República com a Av. Miguel Bombarda, foi o grande vencedor do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana, que há seis anos distingue as melhores intervenções ao nível da requalificação imobiliária em Portugal.

A fachada do prédio, assim como os pavimentos em madeira e elementos como as portas, as sancas e os rodapés, foram recuperados ou substituídos de forma a manter o traço original, num projeto a cargo do ateliê do arquitecto Francisco Valsassina. Destinado à habitação, agora com 27 apartamentos T1, T2 e T3 e quase cinco mil m2 de área acima do solo, mereceu a distinção do júri nas categorias Residencial, Cidade de Lisboa e Reabilitação Estrutural.

Albergues Noturnos do Porto

Albergues Noturnos do Porto

Jo\303\243o Ferrand - Fotografia; Lda

A cerimónia de entrega dos prémios, iniciativa do site Vida Imobiliária e da Promevi (empresa organizadora de eventos), com o apoio do Ministério da Cultura, decorreu ontem à noite, em Braga, depois de uma seleção a partir de mais de 90 candidaturas.

O júri, formado pelos arquitetos João Santa-Rita e João Carlos Santos, pelos engenheiros João Appleton e Manuel Reis Campos, e pelo economista João Duque, distinguiu, na categoria Cidade do Porto, os Albergues Noturnos do Porto. Situado na Rua Mártires da Liberdade, é propriedade da associação com o mesmo nome, criada em 1881 pelo rei D. Luís I, já então com o propósito de abrigar os mais necessitados durante a noite.

O novo hotel no Verride Palácio de Santa Catarina

O novo hotel no Verride Palácio de Santa Catarina

A reabilitação teve como objetivo principal criar melhores condições para os utilizadores, não só ao nível dos quartos, mas também das instalações sanitárias, assim como corrigir os problemas identificados ao nível das instalações elétricas, de gás, aquecimento, ventilação e segurança, num projeto assinado pelos arquitetos Nuno Valentim, Frederico Eça e Margarida Carvalho.

Na categoria de Turismo, o júri escolheu o Verride Palácio de Santa Catarina, na Bica, em Lisboa, transformado num hotel de requinte com vista para o rio. A arquiteta Teresa Nunes da Ponte desenhou 19 quartos neste edifício reconstruído após o terramoto de 1755 e agora totalmente renovado para receber turistas.

Destaque ainda para o projeto Quintãs - Farm Houses, em Arouca, vencedor na categoria de Melhor Solução de Eficiência Energética. Do arquiteto António Júlio Caseiro, traduz-se em três casas T1 integradas em plena harmonia com o espaço rural envolvente.

Confira a lista completa de vencedores do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana:

Residencial - República 37 (Lisboa)

Impacto Social - Real Vinícola (Matosinhos) e Escola Básica Maria Barroso (Lisboa)

Comercial & Serviços - Sede Abreu Advogados (Lisboa)

Turismo - Verride Palácio Santa Catarina (Lisboa)

Cidade de Lisboa - República 37

Cidade do Porto - Albergues Nocturnos do Porto

Intervenção inferior a 1.000 m2 - Quinta de Catapeixe (freguesia de Bem Viver, Marco de Canaveses)

Restauro - Quinta Alegre (Lisboa)

Reabilitação Estrutural - República 37 (Lisboa)

Melhor Solução de Eficiência Energética - Quintãs – Farm Houses (Arouca)

Fachada do edifício República 37

Fachada do edifício República 37