Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nove em cada dez pessoas respiram ar poluído

Sociedade

Kevin Frayer/ Getty Images

Um novo estudo da Organização Mundial da Saúde calcula que a poluição atmosférica - nas ruas e dentro de casa - mate sete milhões de pessoas por ano

Apenas 10% da população mundial vive longe de focos de poluição atmosférica. Esta é uma das conclusões da Organização Mundial da Saúde (OMS), que divulgou ontem, 1 de maio, os dados mais recentes sobre os efeitos das partículas finas na saúde humana - que provocam 7 milhões de mortes por ano. Sem surpresa, é revelado que são as classes mais baixas quem mais sofre. "A poluição do ar ameaça todoa a gente, mas os pobres e os marginalizados carregam o maior peso do fardo", diz o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus. "É inaceitável que 3 mil milhões de pessoas, a maioria mulheres e crianças, estejam ainda a respirar fumos mortais todos os dias devido à utilização de fogões e combustíveis poluentes nas suas casas."

Praticamente metade das mortes causadas pela poluição devem-se precisamente ao ar dentro de casa. Mas a falta de qualidade do ar nas ruas continua a ser responsável pela maior parte das mortes. "Muitas das megacidades mundiais excedem, em mais de cinco vezes, os níveis máximos recomendados pela OMS, o que representa um enorme risco para a saúde das pessoas", critica a diretora do Departamento de Saúde Pública, Determinantes Sociais e Ambientais da Saúde da OMS, a espanhola María Neira.

Comparada com as metrópoles asiáticas e africanas, a Europa Ocidental passa com uma relativa boa nota. E as cidades portuguesas também: de acordo com o aqicn.org, um site de monitorização do ar em tempo real, as estações de medição de Lisboa e do Porto registam hoje, 2 de maio, uma boa qualidade do ar. Ainda assim, estima-se que a poluição nas grandes cidades europeias retire entre 2 meses e 2 anos à esperança média de vida.

É uma das poucas boas notícias que temos para dar. Veja aqui algumas das principais, e preocupantes, conclusões do estudo da OMS:

. 90% da população mundial respira ar poluído

. 4,2 milhões de pessoas morrem anualmente devido à poluição nas ruas

. 3,8 milhões morrem por causa dos ares tóxicos dentro de casa

. A poluição do ar é responsável por 24% das mortes por doenças cardíacas, 25% das mortes por acidentes vasculares e 29% das mortes por cancro do pulmão

. As maiores fontes de poluição atmosférica são os transportes, a indústria, a agricultura e a queima de combustíveis nas casas

. As mulheres, as crianças e as pessoas que trabalham na rua são os grupos mais afetados pela poluição do ar

. Calcula-se que morram todos os anos 1,7 milhões de crianças por respirarem ar de má qualidade