Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

A bordo do maior navio do mundo

Sociedade

Sónia Calheiros

Fizemos a viagem pré-inaugural do Symphony of the Seas pelo Mediterrâneo e descobrimos como esta cidade flutuante opera sobre as ondas

Mais do que um navio, e ainda por cima o maior do mundo, o Symphony of the Seas é uma verdadeira cidade flutuante, com uma série de atividades desportivas e de entretenimento, bem como 22 restaurantes à disposição dos 6 680 passageiros. Este é o quarto navio da classe Oasis da frota da americana Royal Caribbean. Com 228 081 toneladas de arqueação bruta (peso do navio em cima da água) supera o navio anterior em duas mil toneladas. Mais do que os 362 metros de comprimento, são as toneladas que ditam o recorde de maior navio do mundo.

São vários os pontos de interesse assim que embarcamos. No Bionic Bar, uma invenção de Makr Shakr, são robots que prepararam as nossas bebidas, até 120 copos por hora. No Central Park há 12 mil plantas tropicais. Esta avenida a céu aberto, no deck 8, foi o maior desafio de engenharia na construção deste navio. A existência de sete bairros temáticos, todos diferentes entre si, permite agradar a todos os membros de uma família, com destaque para a loja de doces e gelados para as crianças no Boardwalk, onde também fica o carrossel.

É do Solarium, no deck 15, que temos a melhor vista para o Mediterrâneo. Ali o nascer ou o pôr do sol ganham outra dimensão.

SAIBA MAIS SOBRE O SYMPHONY OF THE SEAS E OS PORTUGUESES QUE NELE TRABALHAM NA VISÃO DESTA SEMANA, QUINTA FEIRA NAS BANCAS

ASSINE A VISÃO - Saiba como aqui