Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercado de Algés: Mil litros de sopa da pedra para o jantar dos sem-abrigo da zona de Lisboa

Sociedade

As quantidades de batata e feijão são astronómicas, mas a isso obrigam os mil litros de sopa da pedra que vão ser confecionados no Mercado de Algés, aos olhos de quem passa, para mais tarde alimentarem os sem-abrigo

É melhor pegar num papel e num lápis para tomar nota do que a seguir vou escrever, que as quantidades indicadas pelo gran confrade Rui Figueiredo são em grande. Aqui vão elas:

120 quilos de batatas

120 quilos de feijão

200 quilos de carne de porco

35 quilos de chouriço

35 quilos de morcela

45 quilos de farinheira

2 quilos de colorau

2 quilos de massa de pimentão

1 quilo de pimenta

10 quilos de sal

7,5 quilos de cebola

7,5 quilos de alho

50 molhos de coentros

Estes são os seiscentos quilos de produtos alimentares que foram descarregados no Mercado de Algés, na tarde de sexta-feira, 26. É que logo pela manhã de sábado, uma dúzia de confrades da Confraria Gastronómica de Almeirim estarão com mais 25 voluntários em frente a dez enormes panelas, a preparar os mil litros de sopa da pedra, à vista de quem passa. Esta ação faz parte do festival Os Sabores de Portugal, que decorre neste mercado até 11 de fevereiro, e que nesta semana se dedica ao centro do País.

Quando tudo tiver sido descascado, cortado em pedaços e cozinhado nas panelas, a sopa dará para alimentar entre 2 500 a 3000 pessoas, por isso, algumas malgas serão oferecidas aos curiosos que visitarem o mercado no sábado de manhã. Depois, os voluntários das associações União Solidária, Sol Fraterno, Associação Mundo Feliz e Grupo de Milharado de Apoio aos Sem Abrigo irão buscar mais umas doses que servirão de jantar, nessa noite, para os que vivem na rua, na região da grande Lisboa.