Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Lisboa foi eleita a melhor (e mais barata) cidade do mundo para viver em 2018

Sociedade

Alexandre Bordalo

Segundo um estudo da publicação americana Live and Invest Overseas, não há rival à altura da capital portuguesa

"Lisboa é uma cidade nobre e elegante, com edifícios seculares de pedra e cores pastel, com ruas debruadas por jacarandás, desenbocando em jardins românticos, com elaboradas fontes. Os seus passeios e praças são feitos com pequenos paralelepípedos em cores contrastantes, criando padrões elaborados, como mosaicos - verdadeiras obras de arte." É assim que a editora da publicação norte-americana Live and Invest Overseas (Viver e Investir no Estrangeiro), Kathleen Peddicord, descreve a capital portuguesa, atribuindo-lhe o pódio da lista em que determina Quais os 10 melhores locais (e mais baratos) para viver em 2018.

A escolha, que acabou por captar a atenção da revista Forbes, tem em conta vários fatores, como a beleza arquitetónica, o custo de vida e a segurança, e é criada para o público norte-americano que deseje investir e viver fora dos EUA. A capital portuguesa, garante a publicação, é uma cidade onde é possível viver confortavelmente com 1300 dólares mensais (cerca de 1000 euros).

Portugal é também a 5ª escolha, a nível mundial, entre os melhores locais para investir em imobiliário. Contudo, segundo o consultor Lief Simon, alguns bairros em Lisboa têm agora "preços que não fazem sentido" para um investidor, embora nalgumas áreas ainda seja possível encontrar oportunidades, sobretudo para projetos de renovação. A sua aposta? "Algumas áreas menos conhecidas da costa do Algarve e a região do Porto."

Já em novembro passado a publicação norte-americana tinha colocado Lisboa em terceiro lugar entre as melhores cidades europeias para viver a reforma, graças ao seu clima ameno, alta qualidade de vida a bons preços e uma das taxas de criminalidade mais baixas da Europa.