Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Super Nanny vira super polémica

Sociedade

DR

A instituição de proteção de menores está preocupada e Ordem dos Psicólogos recebeu várias queixas

“Não pode ser.” Miguel Ricou, presidente da Comissão de Ética da Ordem dos Psicólogos, recusa-se a aceitar que o programa estreado na noite de domingo na SIC, Super Nanny, tenha qualquer intervenção psicológica. “Porque não pode ter, não é legítimo. Mesmo que um paciente meu me dissesse que queria expor o seu caso publicamente eu diria logo que não”, vinca o psicólogo clínico.

O caso foi levantado depois de um coro de protestos que levou a Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ) a emitir um comunicado a dizer que considera “existir elevado risco do programa violar os direitos das crianças, designadamente o direito à sua imagem, à reserva da sua vida privada e à sua intimidade” e que o mesmo é “contrário ao superior interesse da criança”.

A CNPDPCJ pediu que a Entidade Reguladora da Comunicação Social analise o programa e incumbiu Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da zona onde vive a família interveniente de avaliar e acompanhar o caso.

Ao Conselho Jurisdicional da Ordem dos Psicólogos já chegaram várias queixas – Teresa Paula Marques, a psicóloga que conduz o programa, diz que não está “ali como psicóloga”.

A partir de agora, será feita uma primeira análise às denúncias para se concluir do seu arquivamento ou, caso haja matéria de facto, pela sua continuidade. Depois aberta a instrução, o processo corre os trâmites normais nestes casos, como a audiência de testemunhas e análise de eventuais violações ao Código Deontológico. No final, as sanções vão da advertência à suspensão ou expulsão do membro da Ordem.

A SIC enviou ao final da tarde um comunicado às redações onde refere que o programa é feito no “estrito cumprimento da lei aplicável, tendo sido obtidas as necessárias autorizações para o efeito. São abordadas situações reais, ocorridas em ambiente familiar, de um modo responsável, não exibicionista e sem explorar situações de particular fragilidade.” A televisão de Carnaxide diz ainda que o Super Nanny aborda situações comuns a muitas famílias, com um mero intuito pedagógico, não substituindo qualquer diagnóstico e/ou aconselhamento psicológico”.

Super Nanny é um formato de origem britânica, produzido pela Warnes Bros, que já foi exportado para mais de 20 países.