Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Agora é (ainda mais) oficial: São as mulheres quem mais faz tarefas domésticas em Portugal

Sociedade

D.R.

Chegou a vez de a estatística confirmar o que já se suspeitava: um estudo do Eurostat concluiu que as mulheres fazem, de facto, mais tarefas domésticas que os homens

As mulheres portuguesas continuam a desempenhar mais tarefas domésticas que os homens.

Segundo o estudo da Eurostat "A vida das mulheres e dos homens na Europa - um retrato estatístico,"realizado no ano passado, existe uma maior percentagem de mulheres do que de homens a fazer tarefas domésticas, cozinhar e cuidar dos filhos diariamente, tanto em Portugal como em todos os Estados Membros da União Europeia.

Em Portugal, apenas 19% dos homens adultos desempenha algum tipo de tarefa doméstica diariamente, em comparação com 78% das mulheres.

Este resultado coloca o país na posição de quarto país europeu mais desigual na distribuição de tarefas domésticas por sexo, relata o estudo.

No que toca a criar e educar os filhos, as diferenças atenuam-se: 99% das mulheres entre os 25 e os 49 anos de idade afirma guardar algum do seu tempo todos os dias para a educação dos filhos, contra 87% dos homens.

Nesta categoria, Portugal encontra-se no terceiro lugar do pódio dos países europeus com menos desigualdade entre sexos, com cada vez mais homens a partilhar esta responsabilidade.

Observando a média de todos os Estados Membros, conclui-se que são as mulheres quem mais trata da lida doméstica na Europa.

A média europeia coloca 79% das mulheres a desempenhar tarefas ou a cozinhar em regime diário, contra apenas 39% dos homens; e 92% das mulheres a cuidar diariamente dos filhos, face a 68% dos homens.

A Suécia é o país em que menos desigualdade entre sexos é observada, tanto na realização de tarefas domésticas (74% - 56%) como na educação dada aos filhos (96% - 90%) - embora continuem a ser as mulheres as que mais se sacrificam.