Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portugal está a Arder, a canção lamento de um alemão que perdeu a sua casa

Sociedade

Luísa Oliveira e André Moreira

"Só há árvores direitas e terra sem vida", canta Kin, o músico que vivia imerso na natureza nas imediações de Benfeita, uma aldeia onde se fala mais inglês que português. Agora que ficou sem casa, lembrou-se da música que compôs em 2013

Kin Thiessen é um músico alemão que viveu com a mulher britânica no sul de Inglaterra até há 8 anos, quando trocou esse país por Benfeita, uma das nove aldeias do concelho de Arganil. Antes, Kin e Beth andaram seis meses à procura do sítio ideal, onde conseguissem estar em plena comunhão com a natureza. Pararam no chamado vale da felicidade, onde construíram uma casa a partir da ruína que estava no terreno que os seduziu. E lá nasceram as suas três filhas, a última há nove meses.

À volta desta casa de família, onde sempre foram todos muito felizes, quase só se vislumbra vegetação - agora bastante queimada. Daí que não nos espantemos quando Kin conta que, noutras ocasiões, já fugira de incêndios. E como conhece bem a realidade da floresta portuguesa, em 2013, ano em que os fogos também marcaram a região, deitou mão à escrita e compôs uma música sobre o problema que todos os verões lhe bate à porta. Inspirou-se em Zeca Afonso e publicou Portugal está a Arder no Youtube. Nunca pensou que, quatro anos depois, o seu lamento continuasse tão atual.

Há 15 dias voltou a fugir com a família na sua carrinha de caixa aberta, só que desta vez não tiveram para onde regressar - a casa ficou em ruínas.

Enquanto nos contava esta amarga história, pegou na única guitarra que salvou das chamas e cantou-nos a sua canção.

CONHEÇA A HISTÓRIA DO SONHO POR UM 'HAPPY VALLEY' QUE SE ESFUMOU COM OS INCÊNDIOS NA VISÃO DESTA SEMANA